terça-feira, 31 de maio de 2011

Faça a sua parte no Manobra do Bem.

Autor: SurfPE - por: Charles Roberto / Manobra do Bem Comunicação - 31/05/11 - 19:08.



Agora ficou ainda mais fácil ajudar o projeto Manobra do Bem, do empreendedor social Sandro Soares, o “Testinha”. Para tanto, basta adquirir a camiseta do projeto diretamente da

loja virtual Central Surf.


Toda a arrecadação continuará sendo revertida para o projeto que atende cerca de 30 (trinta) crianças em Poá/SP. “São camisetas confeccionadas pela marca Sumemo, que acredita no projeto”, explica Sandro. “Quem compra contribui com o trabalho do Manobra do Bem”, finaliza.

Por meio da parceria firmada entre a Central Surf e o Projeto Manobra do Bem, as peças atendem aos skatistas e aos simpatizantes do trabalho de Sandro em qualquer canto do mundo.

Compre a sua e ajude o projeto.



Maresia Surf Pro Nordeste - John Max chega a Aracaju como líder do Tour Nordestino.

Autor: SurfPE - por: Comunicando Surf – Assessoria de Comunicação - 31/05/11 - 18:55.

Cartaz do Maresia Surf Pro Nordeste - foto: Reprodução.


O ANS Pro Tour desembarca nos dias 04 a 05 de junho na Praia do Havaizinho, Atalaia, Aracaju – Sergipe, para mais uma etapa do Circuito Nordestino, o Maresia Surf Pro Nordeste, que distribui 30 mil reais em premiação, 2000 mil pontos para o ranking regional e 1000 pontos para o Brasil Tour.

Nos dias 28 e 29 de maio a Maresia realizou a segunda etapa do Cearense Profissional, válida como quarta do Tour Nordestino, o que alterou o ranking do maior circuito regional do planeta, mas não a ponta, que continua sendo ocupada por John Max, um dos representantes da Marca no elenco do surf nacional e que em 2010 fez pódio em Aracaju.


John Max é o atual lider do rancking Circuito Nordestino de Surf Profissional - foto: Jocildo Andrade.

O potiguar foi o grande campeão da etapa inaugural e tem em seu histórico do Circuito 2011 um sétimo e um quinto lugar somando, após a segunda etapa do Cearense mesmo tendo sido barrado na estreia, 4040 pontos.

John que tinha Antônio Eudes, vice na dobradinha cearense vencida por Pablo Paulino no Arquipélago pernambucano, na sua cola, agora conta com o bicampeão Edvan Silva logo atrás ocupando o segundo posto. E o novato Arthur Silva, divide o terceiro lugar com o campeão de 2009 Alan Jhones.

“As minhas expectativas são as melhores possíveis para este evento que é do meu patrocinador. Estou treinando muito, bastante concentrado e focado para conquistar um resultado melhor que ano passado aonde fiquei com a terceira colocação”, disse John Max.

Marco Fernandez e Cristiano Spirro são os outros atletas da Maresia que pretendem fazer bonito para representar bem o time.

O baiano Bernardo Lopes, atual vice-campeão promete dar trabalho aos seus adversários, o local de Vilas do Atlântico foi finalista nas duas primeiras etapas e em 2010 foi barrado pelo pernambucano César Aguiar que vai para capital sergipana defender o título da etapa.

O evento será transmitido ao vivo pelo site da Maresia com cabine de locução independente para os internautas.

O Maresia Surf Pro Nordeste conta com o patrocínio da Maresia, Governo Estadual de Sergipe através da Secretaria do Esporte e do Lazer e da Prefeitura Municipal de Aracaju.

Apoio: Funcaju, Abrasp, FSS – Federação Sergipana de Surf, Black Box, Digital Net,Z Tach, World Lines, Litoral 655, Pipeline, Magic Baby, MSG Surf Shop, Skypy, ZTech, Surf Jeans, Stillo Z, Planet Music.

Divulgação: Canais ESPN, Woohoo, TV Atalaia, TV Record, Sites Waves, Cearasurf, Ondulação e Surfguru e Revista Feeling.

Dados do Evento:

Evento: Maresia Surf Pro Nordeste

Local: Praia do Havaizinho – Atalaia – Aracaju – SE.

Data: 04 e 05 de junho de 2011

Premiação: R$ 30.000,00

Pontuação: 2.000 pontos no ranking do Circuito Regional e 1.000 pontos no ranking do Brasil Tour.

Ranking após a segunda etapa do Maresia cearense Pro que foi válida pela quarta do Tour Nordestino.

1º - John Max – RN – 4040 pts

2º - Edvan Silva – CE - 3580 pts

3º - Arthur Silva – CE - 3170 pts

3º - Alan Jones – RN – 3140 pts

5º - Antônio Eudes - CE – 3120 pts

6º - Felipe Martins – CE – 2950 pts

7º - Bino Lopes – BA – 2800 pts

8º - Isaias Silva – CE – 2730 pts

9º - Pablo Paulino – CE - 2720 pts

10º - Michel Roque – CE – 2640 pts

11º - Gutemberg Silva – CE – 2520 pts

12º - Júnior Lagosta - PE - 2460 pts

13º - Glauciano Rodrigues – CE – 2460 pts

14º - Erbeliel Andrade – PB – 2315 pts

15° - Argus Diniz – CE – 2310 pts

15° - Alan Donato – PE – 2100 pts

17º - Adilton Mariano – CE – 2090 pts

17º - Itim Silva – CE – 2080 pts

A Maresia
O espírito surf da Maresia vai além da confecção de roupas e acessórios. A empresa vive e respira o surf diariamente. E acredita que, para prosperar e crescer neste mercado acirrado, investir no esporte e fomentá-lo é mais do que essencial, é vital.

Circuitos estaduais, regionais, nacionais e mundiais fazem parte do cronograma de eventos da marca, dentre os quais, destacamos os WQS realizados em Pernambuco e no Ceará, os WQS Maresia Surf Floripa em Santa Catarina, o Maresia Surf Festival, o Maresia Sprite Challenger e o Maresia Word Surf Game - o ISA Games.

Dentre os circuitos realizados atualmente, destacam-se o Maresia Surf International - WQS 6 estrelas, com etapas em Santa Catarina e Ceará. O Maresia Gils Surf International - WQS 6 estrelas em Florianópolis. Além disso, a marca patrocina o circuito Paulista de Surf Profissional, Cearense de Surf Profissional, a segunda etapa do Circuito Nordestino de Surf Profissional e o Maresia King of Wake - circuito amazonense de wake 2010.

Confiram o Vídeo:



P

Quinteto Fantástico completo no Brasil Surf Pro na praia do Cupe

Autor: SurfPE - por: Eduardo Lobo / Assessoria BSP - 31/05/11 - 18:30.

Alan Donato - Foto: gUgA sOaReS / SurfPE.

Grupo formado por cinco surfistas locais da Baía de Maracaípe defende as cores de Pernambuco na competição que reúne a elite nacional do surf.

Entre os dias 8 e 12 de junho, Porto de Galinhas será invadido pelos melhores surfistas do Brasil, vindos de diversos estados atrás dos importantes pontos no ranking nacional e do valioso cheque oferecido ao campeão da etapa do Brasil Surf Pro.

Atualmente Pernambuco conta com cinco surfistas competindo na elite nacional, e eles são justamente os integrantes do célebre Quinteto Fantástico de Maracaípe, responsável por colocar novamente Pernambuco em destaque no cenário do surf nacional.

Cesar "Molusco" Aguiar - Foto: gUgA sOaReS / SurfPE.

Companheiros de profissão, mas antes de tudo amigos, Alan Donato, Luel Felipe, Cézar Aguiar, Halley Batista e Junior Lagosta estão sempre juntos na estrada pelo Brasil afora nas diversas competições nacionais e regionais que acontecem em vários locais do litoral brasileiro. Então competir em casa, com o apoio da torcida, e nas ondas intimamente conhecidas por eles é sempre uma vantagem e um incentivo para estes guerreiros pernambucanos.

Luel Felipe - Foto: gUgA sOaReS / SurfPE.


“A gente passa boa parte do ano viajando pelo Brasil atrás dos campeonatos, e nosso calendário é bem cheio. Esse corre-corre todo é bem cansativo, então poder disputar um campeonato aqui bem perto de casa é muito bom. E ainda vai ter toda a galera local na areia torcendo, sempre dá aquela força a mais na hora da bateria”, diz Alan Donato que garatiu sua vaga na elite através do circuito de acesso Brasil Tour, e é o mentor do Quinteto Fantástico.

Halley Batista - Foto: gUgA sOaReS / SurfPE.
Halley Batista é outro que sempre cresce quando surfa em ondas pernambucanas. Dono de um surf forte e inovador, em 2010, ele venceu uma etapa do Circuito Profissional Nordestino, em Várzea do Una, no litoral sul do estado, e pode ser considerado como um forte candidato ao título desta etapa do Brasil Surf Pro, na praia do Cupe. Halley foi o pernambucano melhor rankeado no Circuito de Acesso Brasil Tour em 2010, ficando com a sexta colocação, o que garantiu seu lugar na elite em 2011.

O melhor final de 2010 ficou reservado para Luel Felipe, que teve um encerramento de temporada brilhante e vem com tudo para 2011. Além de vencer uma etapa do Circuito Profissional Paulista e conseguir um excelente terceiro lugar no evento internacional WQS 6 estrelas no Rio de Janeiro, Luel foi o vencedor do Prêmio Greenish por surfar a maior onda do Brasil em 2010. Em ótima fase, Luel será uma das grandes esperanças de triunfo pernambucano no Cupe.

Júnior Lagosta - Foto: gUgA sOaReS / SurfPE.

Competidores aguerridos, Júnior Lagosta e Cézar Aguiar completam o famoso Quinteto Fantástico. Cézar, conhecido como “Molusco”, é conhecido pela sua competitividade e determinação durante as competições. Ano passado teve um ótimo resultado no Circuito Nordestino onde venceu a etapa sergipana. Já Lagosta é mais conhecido por suas performances espetaculares repletas de acrobacias, e muitos aéreos no seu repertório de manobras. Júnior é aquele surfista imprevisível, que pode explodir e chegar ao topo facilmente, e é garantia de show de surf moderno.


REFORÇOS PERNAMBUCANOS

Além do Quinteto Fantástico, Pernambuco ainda conta com dois atletas da terra competindo no masculino, convidados pela organização, e uma no feminino. Bruno Rodrigues, também local de Maracaípe, e Alexandre Ferraz, o Xandinho, completam o time pernambucano no masculino nesta etapa do Brasil Surf Pro na praia do Cupe.

No feminino, o estado conta com uma única integrante na elite, Monik Santos, que terminou o Circuito em 2010 na sexta colocação e promete chegar mais longe em 2011.



SuperSurf Internacional - João Abreu desafia elite.

Autor: SurfPE - Por: Alexandre Versiani - 31/05/11 - 17:15 - link fonte:

João Paulo Abreu faz bonito no quintal de casa. Foto: Daniel Smorigo / ASP South America.

Válido como etapa de nível Prime da divisão de acesso para o World Tour, o SuperSurf Internacional 2011 começou nesta terça-feira em boas condições na praia da Vila, Imbituba (SC).

Ondas de até 2,5 metros e tempo ensolarado foram o cenário da surpreendente atuação do jovem local de Imbituba João Paulo Abreu, 17, na oitava bateria da primeira fase.

Com boa escolha de ondas e rasgadas bem definidas de backside, João cravou notas 6.67 e 8.40 para superar nomes conhecidos do circuito como Heitor Alves, Bernardo Pigmeu e Hodei Collazo.

O catarinense conseguiu a classificação em primeiro lugar, com 15.07 pontos, à frente do pernambucano Bernardo Pigmeu, que somou 14.77. O espanhol Hodei Collazo terminou em terceiro com 12.43 e o cearense Heitor Alves foi o quarto, com 9.90.

"Foi uma bateria muito difícil. Comecei com uma nota média, mas graças a Deus consegui achar aquela esquerda. Estou sem pressão nenhuma, quero apenas me divertir neste campeonato", comemora João.

Local da Vila, o atleta foi indicado pela Associação de Surf de Imbituba (ASI) para competir no evento principal e realizou o sonho de duelar contra grandes nomes do circuito em seu quintal de casa.

"Nem consegui dormir direito esta noite. Demorei muito para relaxar. Não por medo, mas pelo prazer de estar na água com estes ídolos. São surfistas muito experientes, que já pegaram todo o tipo de onda. Agradeço muito por esta oportunidade", finaliza Abreu.

Nos instantes finais, Bernardo Pigmeu conseguiu arrancar a segunda posição das mãos do espanhol Hodei Collazo. O pernambucano garantiu passagem para o segundo round com uma sequência de batidas e rasgadas de backside de nota 9.10 pontos, a segunda maior do dia.

"A praia da Vila é um pico constante, estou gostando cada vez mais de competir aqui. Mais uma vez ela proporcionou altas ondas, com esquerdas e direitas longas e manobráveis. Não tive um início de ano muito forte, mas as coisas estão começando a melhorar", afirma Pigmeu.

Yadin Nicol arranca primeira nota 10 do SuperSurf na praia da Vila. Foto: Daniel Smorigo / ASP South America.

O único atleta que superou a nota de Pigmeu nesta terça-feira foi o australiano Yadin Nicol, dono da melhor atuação da primeira fase do SuperSurf Internacional. Na penúltima bateria do dia, o aussie anotou os recordes do campeonato com potentes pauladas de backside nas esquerdas da Vila.

Nicol levou nota 8.00 em uma esquerda muito bem trabalhada até o inside e depois ainda teve fôlego para espancar as ondas de backside e conquistar nota 10.

O sul-africano Royden Bryson ficou em segundo 10.34 pontos e também garantiu classificação. O espanhol Gony Zubizarreta, com 9.94, e o brasileiro David do Carmo, com 6.34, deram adeus à disputa.

"Eu não tive nenhuma estratégia. Conquistei um 8.00 logo no início e fiquei mais relaxado para surfar. Espero aproveitar estes dias de boas ondas ao máximo", diz Nicol.

Outros estrangeiros como os norte-americanos Damien Hobgood, Gabe Kling e Nat Young, além do australiano Tom Whitaker, também venceram suas baterias e avançaram à segunda fase do SuperSurf Internacional com um bom desempenho nas ondas de Imbituba.

Mineirinho fora Atual líder do World Tour, o brasileiro Adriano de Souza acabou eliminado do SuperSurf Internacional depois de terminar a décima segunda bateria do dia na quarta posição. Mineirinho não teve uma escolha boa de ondas e ficou atrás do sul-africano Shaun Joubert (1º), do brasileiro Flavio Nakagima (2º) e do australiano Taylor Lincoln (3º).

Nakagima, que conseguiu vaga no evento principal depois de classificar-se em segundo na triagem, obteve a classificação no último minuto em uma boa manobra na junção. O paulista precisava de nota 3.60 e cravou 4.23 para chegar à segunda fase.

"Realizei um sonho de competir contra o Adriano, que é um amigo meu. Estou muito feliz de ter passado no finalzinho. Mais uma vez deu altas ondas aqui na praia da Vila. Acabou dando tudo certo", comemora Nakagima.

Tops superam cansaço Os brasileiros Jadson André e Raoni Monteiro caíram na água logo nas primeiras baterias desta terça-feira em Imbituba. Eles superaram o cansaço de várias etapas seguidas do tour neste mês e garantiram vaga no segundo round.

Na última semana, Jadson e Raoni encararam condições extremas durante o evento Prime de Itaúna, Saquarema (RJ). Com agenda lotada, eles só conseguiram chegar à cidade de Imbituba em cima da hora.

O potiguar foi o primeiro a estrear e competiu logo na primeira bateria do dia. Com duas boas esquerdas de nota 8.17 e 7.67, Jadson avançou em primeiro no duelo que também classificou o australiano Adam Robertson para a segunda fase.

"Estou bastante cansado, por causa das viagens e da bateria. Está uma correnteza muito forte. Cheguei ontem às 23 horas e só fui dormir a 1 da madrugada. Dormi pouco, acordei às 5 horas. Agora vou poder descansar para voltar melhor ainda", afirma o potiguar, que na última temporada venceu pela primeira vez uma etapa do World Tour na mesma praia da Vila.

"A Vila é um lugar muito especial pra mim. Eu nunca vou esquecer do que vivi no ano passado. Minha última bateria aqui tinha sido contra o Kelly Slater e foi minha primeira vitória no circuito mundial. Então, com certeza, esse lugar é especial para mim", finaliza Jadson.

O carioca Raoni Monteiro caiu na água na quarta bateria do dia. Local de Saquarema, Raoni vem de um vice-campeonato na etapa do ASP World Prime em casa e começou o evento em Imbituba com um segundo lugar. Quem venceu a bateria foi o havaiano Mason Ho.

"Foi muito importante passar. Cheguei ontem de madrugada bem cansado, às 3 horas da manhã. Nem jantei e acordei hoje sem energia nenhuma. Não peguei ondas boas, minha melhor nota foi um 5.50, mas o que importa foi ter passado", diz Raoni.

O atleta, que antes de Saquarema havia conquistado um nono lugar na etapa do World Tour na Barra da Tijuca, tenta agora uma sequência de bons resultados depois de um início irregular nesta temporada.

"Estou voltando a fazer o que eu sei, que é surfar, passar baterias. Graças a Deus minha cabeça está boa, minhas pranchas também e estou aproveitando este momento", desabafa Raoni.

Baixas Dois atletas da elite mundial, inscritos no SuperSurf, não participam do evento na praia da Vila: o brasileiro Alejo Muniz, que está doente, e o australiano Josh Kerr, por motivo não revelado. Em seus lugares entraram o pernambucano Luel Felipe e o brasileiro naturalizado havaiano, Kiron Jabour.

Foram realizadas 16 baterias da primeira fase e ainda restam oito para o término do round de abertura do evento.

Faltam estrear pelo Brasil os atletas Leo Neves, Gabriel Medina, Junior Faria, Jano Belo, Tomas Hermes, Gustavo Fernandes, Luel Felipe, Pedro Henrique, Fábio Carvalho, Miguel Pupo, Thiago Camarão, Neco Padaratz, Marco Polo, Jerônimo Vargas e Tânio Barreto.

O SuperSurf Internacional 2011 distribui 6.500 pontos para o vencedor no ranking unificado da ASP, além de US$ 250 mil de premiação total, sendo US$ 40 mil para o campeão da disputa na praia da Vila, Imbituba.

Uma nova chamada acontece nesta quarta-feira às 8 horas (horário de Brasília).

Clique aqui para ver o evento ao vivo.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Protesto!!!!! Direto da Austrália.

Autor: SurfPE - por: Zezito Barbosa e Roberta Mayanah / Correspondentes Internacionais - 30/05/11 - 19:34.

Zezito Barbosa e seu ato de protesto - foto: Roberta Mayanah.

A intenção e de atravez deste ato, salvar o Surf Pernambucano que sofre ameaça de extinção.

Trata-se de uma lei que logo logo entrara em vigor proibindo a pratica da modalidade em algumas praias do estado com estatistica zero em ocorrencias a ataques de tubarões.

Zezito Barbosa surfando na praia de Gaibu, uma das praias alvo da proibição com estatistica zero de ataques. Semi finais do Arrecifes Pro em 1985 - foto: Cláudio Maranhão.

Fica aqui registrado em foto o nosso apelo para que a midia em geral se junte a nos e a comunidade surfistica do nosso estado para impedir este absurdo. Associações de Surf do estado, vamos tomar atitude e defender o Surf Pernambucano.

Não vamos deixar que crucifiquem o Surf no nosso estado.

Contamos com o apoio de todos vocês amigos

Aloha!!!!!!




Paulista Filipe Toledo é o brasileiro campeão mundial mirim 2011


Autor: SurfPE - por: Chico Padilha - 29/05/11 - 18:48 - link fonte:

Filipe Toledo campeão mundial Mirim Sub 16 ISA Quiksilver - foto: Otoney Xavier


O paulista de Ubatuba, Filipe Toledo, havia sido o primeiro surfista brasileiro a garantir vaga no quarteto Mirim (Sub-16) ao ISA Quiksilver Mundial Júnior 2011, encerrado neste sábado no Peru com sua vitória em sensacional virada no último minuto da final em grandes ondas de até dez pés ( acima de três metros) na praia peruana de Caballeros.

Em Señoritas e Caballeros, praias vizinhas em Punta Hermosa, o Peru sediou a maior, em tamanho de ondas e número de participantes, das nove edições realizadas desde 2003, esta do Peru a de primeira vitória brasileira entre os surfistas de máximo dezesseis anos, no Brasil chamada Mirim.

Felipe foi recordista de nota com um 9,8 - foto: Otoney Xavier.

Filipe, perdeu a chance de antecipar a ponta da disputa quando caiu na sua terceira onda, e ainda ouviu o peruano Joaquim Del Castilho empatar em 11,22 pontos com o sulafricano Dylan Lightfoot, que permaneceu liderando pelo critério de desempate até que, no último minuto, Filipinho surfou de forma segura e ainda finalizou com um arriscada manobra aéreo reverse para ultrapassar em cinco centésimos aos 6,03 que precisava e atingir os 11,28 que lhe valeram o inédito título que nenhum brasileiro ainda conquistara.

A delegação brasileira praticamente fez um novo desfile e a bandeira nacional era o diferencial que identificou à mesma no domingo em que chegaram ele e o júnior Sidney Guimarães, que chegando pela repescagem parou na oitava fase.

Filipe é um talento de segunda geração, filho do bicampeão brasileiro de surf profissional Ricardo Toledo, seu irmão Matheus é o atual campeão paulista de surf, e ele mesmo já tem no currículo dois títulos nacionais, foi o melhor da Iniciante em 2008 e e, na temporada passada, o melhor da Júnior. a Sub-18 na qual ele vai em busca de disputar ao ISA World Júnior Surfing Championship ano que vem, na busca do Brasil chegar nela ao quinto título e tentar seu segundo por seleção.

O Peru conquistou títulos duplamente neste sábado, com Cristobal de Col vencendo para confirmar sua seleção campeã em casa, e tendo quatro finalistas entre os totais doze, ausente apenas do quarteto da Júnior Feminina, esta com a francesa Cannelle Bulard, vinda da repescagem a exemplo de Cristobal, levando á melhor em uma disputa feminina que foi , em todas as baterias, de alto nível em altas ondas e registrando, no meio da semana, aos recordes 18,94 pontos de média, marca imbatível da capixaba e atual campeã brasileira Júnior Bárbara Segatto, que também permanece Sub-18 no próximo ano.

Filipe tratou com intimidade ás ondas de Punta Hermosa, especialmente as de Caballeros, onde no torneio foi recordista de nota com 9,8 (Em dez pontos possíveis) e surfou como se estivesse em Itamambuca, sua praia em Ubatuba, uma das mais tradicionais do surf em seu estado e no Brasil.

Certamente contribuiu para á vitória do carismático Filipinho seu talento e histórico de investimento em competições e treinos no Brasil e no mundo, sendo essa sua quinta estada no Peru, uma delas ano passado para precoce participação nos Jogos Mundiais de Surf.

Desta vez ele, integrando a mais jovem das seleções da CBS, comemorou com muita vibração ainda na finalização da onda da vitória, a que lhe sagrou o melhor mirim do mundo e confirmou um trabalho de base bem feito, daqueles que levam a bandeira do Brasil, e seu hino, ao lugar mais alto do surf.

Mirim

1o-Filipe Toledo 11,28 Brasil

2o-Joaquim Dell Castillo 11,22 Peru

3o- David Van Zyl 11,22 África do Sul

4o- Juninho Urcia 3,04 Peru

 

Júnior

1o-Cristobal del Col 14.36 Peru

2o- Vasco Ribeiro 11,44 Portugal

3o- David Brand 11,06 África do Sul

4o-Miguel Tudela 8.04 Peru

Júnior Feminina

1o-Cannele Bulard 13.86 França

2o- Bianca Buitendag 10,16 África do Sul

3o- Nikki Van Dijk 10,00 Austrália

4o-Codie Klein 3.88 Austrália


Coca-Cola Oakley Prime - Kai Otton segura Raoni


Autor: SurfPE - Por Ader Oliveira - 30/05/11 - 16:41 - link fonte:

Kai Otton faz a festa no Coca-Cola Oakley Prime 2011. Foto: Pedro Monteiro / Adding.

O australiano Kai Otton foi o campeão do Coca-Cola Oakley Prime, etapa do circuito mundial encerrada nesta segunda-feira, em ondas mexidas de até 2,5 metros em Itaúna, Saquarema (RJ).

Em final emocionante, Otton frustrou a torcida brasileira ao derrotar o local Raoni Monteiro por 15.43 a 14.93 pontos.

O aussie fatura US$ 40 mil pela vitória e soma 6500 pontos no ranking mundial, enquanto Raoni descola US$ 20 mil e 5200 pontos.

Para levar o título, Otton fez uma boa escolha de ondas e não mostrou bastante segurança nas manobras.

Raoni Monteiro é vice-campeão no quintal de casa. Foto: Tony D'Andrea.

Raoni saiu na frente com uma paulada de backside numa fechadeira avaliada em 7.33, mas o australiano rapidamente respondeu com 6.83.

O brasileiro voltou a abrir vantagem com 5.17 numa boa esquerda na qual caiu no balanço da onda e perdeu a oportunidade de arrepiar no inside e conseguir uma nota maior.

Otton mostrou que também queria muito o título e primeiro tentou passar por dentro de uma craca. Depois, achou uma boa esquerda e soltou uma bela rasgada, outra sem muita expressão na parte branca da onda e finalizou na junção espumada.

Os juízes avaliaram em 8.60 e a torcida entrou em desespero. O tempo foi passando e Raoni lutou bastante pela onda da virada, mas teve dificuldade para achar uma série com potencial no outside.

No último minuto, o top da elite mundial tentou repetir as viradas emocionantes que conseguiu nos duelos anteriores.

Acertou uma forte batida no crítico, uma rasgada e conectou até o inside. Na beira, atacou a junção com outra paulada, mas a areia impediu que completasse a manobra.

A torcida cercou o brasileiro e a expectativa ficou em torno das notas dos juízes. Para tristeza geral da plateia, o 7.60 não permitiu que Raoni conquistasse sua primeira vitória em casa, mas o atleta foi bastante aplaudido pela torcida.

Drama A semifinal deixou o público saquaremense tenso. Depois de levantar a galera com uma longa esquerda que rendeu 7.43, Raoni passou a buscar apenas 3.41 para virar o duelo contra o aussie Yadin Nicol.

Os minutos foram passando e o brasileiro esperou pacientemente no outside. Chegou a perder a prioridade numa fechadeira, mas estava iluminado e conseguiu achar a onda da virada nos últimos segundos, depois de muita oração nas areias de Itaúna.

Yadin também foi na onda, mas ficou preso na espuma turbulenta. Mais adiante, Raoni acertou uma bela batida numa onda da série e mandou uma rasgada por baixo do lip para arrancar 7.27 dos juízes.

Willian Cardoso para na semifinal e fica em terceiro lugar em Saquarema. Foto: Pedro Monteiro / Adding.

Adeus ao bi Na outra batalha, Kait Otton botou pressão no outside e não deu chance ao catarinense Willian Cardoso.

Otton repetiu a tática das baterias anteriores e saiu surfando tudo o que vinha pela frente. Com 7.60 e 6.67 nas duas melhores ondas, o australiano deixou o brasileiro precisando de combinação de notas.

Atual campeão da etapa, Willian teve dificuldade para reagir e não conseguiu mostrar o mesmo surf que vinha apresentando durante a semana.
De qualquer forma, o excelente terceiro lugar deixa o catarinense em ótima posição no ranking do circuito mundial.

Jet ski que levava Gabriel Medina de volta ao outside sobrevoa Itaúna. Foto: Pedro Monteiro / Adding.

Jet voador Depois de superar o norte-americano Cory Lopez por 14.50 a 12.43 na repescagem, o paulista Gabriel Medina enfrentou um verdadeiro sufoco nas quartas.

Medina perdia o duelo para o aussie Yadin Nicol e precisava de uma nota excelente. Pouco depois de fazer uma nota 5.77, ele foi auxiliado pela equipe de resgate para retornar ao outside.

Porém, uma grande série surgiu no horizonte e o piloto optou por encarar a bomba, dando um pulo enorme por cima do lip.

Medina abandonou o led (suporte para carregar os atletas) e sofreu um forte impacto na água. O atleta deixou a bateria faltando pouco menos de cinco minutos, sentindo dores nas costas.

O jet ainda foi engolido pela onda de trás e arrastado pela série. Depois de sofrer pane, restou apenas um equipamento para revezar no resgate dos atletas.
Sozinho no outside, Nicol ficou em situação tranquila na bateria e venceu por 15.63 a 12.10.

Família fora do pódio Outros brasileiros que ficaram de fora do pódio foram os primos Junior Faria e Jessé Mendes, que vinham muto bem na competição.
Na repescagem, Faria teve dificuldade para achar boas ondas e até chegou perto da virada no confronto com o australiano Lincoln Taylor.

O brasileiro tinha 6.33 na melhor onda e buscava 4.91, mas conseguiu apenas 4.27 na última tentativa.

Jessé, que já estava nas quartas, foi eliminado pelo australiano Kai Otton. O jovem paulista demorou a entrar em sintonia com as ondas e viu Otton abrir boa vantagem no placar.

Nos instantes finais, precisando de 9.44, Jessé achou uma esquerda pesada e desferiu uma belíssima rasgada no crítico, mas a onda fechou logo em seguida e proporcionou apenas 7.57 ao atleta.

Rumo ao Sul Agora, todos seguem em direção a Imbituba (SC), palco da próxima etapa do circuito mundial.

Também com status Prime, o evento está previsto para ser iniciado nesta terça-feira, na praia da Vila, que ficou conhecida por sediar a etapa brasileira do World Tour entre os anos de 2003 e 2010.

Resultado do Coca-Cola Oakley Prime 2011
1 Kai Otton (Aus)
2 Raoni Monteiro (Bra)
3 Yadin Nicol (Aus)
3 Willian Cardoso (Bra)
5 Gabriel Medina (Bra)
5 Lincoln Taylor (Aus)
5 Adam Robertson (Aus)
5 Jessé Mendes (Bra)
9 Junior Faria (Bra)
9 Damien Hobgood (EUA)
9 Adam Melling (Aus)
9 Cory Lopez (EUA)


sexta-feira, 27 de maio de 2011

Coca-Cola Oakley Prime - Confira novo vídeo da quinta-feira.

Autor: SurfPE - Por: Ader Oliveira - 27/05/11 20:35 - link fonte:

Na última quinta-feira, foram disputadas as baterias pendentes da primeira fase e os sete duelos iniciais da fase seguinte do Coca-Cola Oakley Prime.

Mesmo com ondas pequenas, os tops deram show e travaram batalhas emocionantes na praia de Itaúna, Saquarema (RJ).

Confiram vídeo:

video

Quiksilver ISA Junior - Filipe segura a bronca.

Autor: SurfPE - Por Redação Waves - 27/05/11 - 19:21 - link fonte:

Filipe Toledo continua na briga pelo título Mirim do Quiksilver ISA Junior 2011 no Peru. Foto: Rommel / ISA.


O brasileiro Filipe Toledo foi o grande destaque da última quinta-feira do Quiksilver ISA Junior 2011, válido pelo Mundial Amador Sub-18 da International Surfing Association e que vai até este sábado em Punta Hermosa, Peru.

Em ondas de 1,5 metros nos point breaks vizinhos de Señoritas e Caballeros, o paulista anotou a maior nota da competição (9.80) até o momento e classificou-se em primeiro lugar para o quarto round da categoria Mirim (sub-16).

Na mesma categoria, o paraibano Elivelton Santos e o paulista Deivid Silva ainda tentam uma vaga na final pela repescagem. Já o carioca Lucas Silveira acabou eliminado da disputa depois de ficar em último lugar na quarta bateria da repescagem.

Matheus Navarro está na chave principal da categoria Masculino. Foto: Rommel / ISA.

Na categoria Masculino (sub-18), a situação é parecida. O catarinense Matheus Navarro é o único brasileiro que segue vivo na chave principal da competição. Ele garantiu vaga na quarta fase depois de classificar-se em primeiro na terceira bateria com o somatório de 14.00 pontos.

O capixaba Rafael Teixeira e o paulista Sidney Guimarães seguem na disputa e estão na quinta fase da repescagem. Já o catarinense Yan Daberkow disse adeus ao evento depois de ficar em terceiro na sua bateria da repescagem.

No Feminino (sub-18), nenhuma representante do Brasil conseguiu avançar. Depois da eliminação da carioca Isabela Lima, a paulista Kaena Brandi, a cearense Estefany Freitas e a capixaba Bárbara Segatto se despediram da competição em Punta Hermosa.

Na disputa por equipes, o Brasil aparece no quinto lugar, atrás de Hawaii e Estados Unidos, empatados na primeira posição, além de Austrália (3º) e França (4º).

Clique aqui para ver o evento ao vivo.

Colaborou Chico Padilha

Confiram o Vídeo do quinto dia.

video

BRASIL SURF PRO 2011 - Começa em Junho.


Autor: SurfPE - por: Eduardo Lobo Assessoria Brasil Surf Pro / Pernambuco - 27/05/11 - 11:04

Estrutura BSP Montada na Praia do Cupe em 2010 - foto: gUgA sOaReS / SurfPE.

Primeira etapa acontece na Praia do Cupê, em Pernambuco. Circuito terá cinco etapas e distribuirá R$ 1 milhão em prêmios

elite do surfe nacional já está no aquecimento para disputar a maior competição do país. Em junho, a Praia do Cupe, no município de Ipojuca, em Pernambuco recebe a primeira etapa do Brasil Surfe Pro 2011. A competição acontece entre os dias 8 e 12 e reunirá 80 atletas de vários estados do país. Assim como em 2010 o circuito terá cinco etapas e cada uma delas distribuirá R$ 200 mil, somando R$ 1 milhão em premiações ao final da temporada.

Além de Pernambuco, outros três estados servirão de palco para o melhores surfistas do país desfilarem suas manobras. O Rio de Janeiro recebe duas etapas. A segunda, que acontece em Búzios, no norte do estado, e a quinta e última, na Praia da Barra da Tijuca, na capital fluminense. Ubatuba, no litoral paulista não poderia ficar de fora. É Praia mais tradicional do Circuito, presente em todas as edições, e este ano receberá a terceira etapa do BSP. Em seguida o evento se muda para o sul do país. A famosa Praia da Joaquina, templo do surfe catarinense, sediará a quarta etapa.
Alan Donato é uma das estrelas pernambucanas que estará no evento - foto: gUgA sOaReS / SurfPE.

A temporada 2011 do Brasil Surfe Pro terá algumas mudanças. Na última edição do BSP, 10 atletas da categoria masculina se classificavam pelo ranking do Brasil Tour, competição que reúne atletas com menor pontuação. Este ano, apenas os seis surfistas mais bem colocados pelo Brasil Tour e que já não estejam disputando o BSP conseguirão a vaga. O número de convidados também está diferente. Na última temporada oito atletas recebiam convites, agora serão apenas seis: um atleta contundido em 2010, o campeão Pro Júnior, dois locais de cada evento e dois classificados pelas triagens. A triagem será disputada em todas as etapas entre quatro atletas: Pablo Paulino (CE), Peterson Rosa (PR), Jorge Spanner (RJ) e Marco Polo (SC). Apenas dois destes nomes passarão para a competição principal.

A categoria feminina também sofreu pequenas mudanças. O número de atletas continua o mesmo. Serão 16 surfistas, uma delas saída das triagens do Brasil Tour. A bateria de triagem será composta pelas quatro atletas mais bem colocadas no ranking de acesso até a etapa. Apenas a vencedora desta disputa garantirá vaga para o BSP.
DISPUTA ACIRRADA EM 2010

Na edição de estréia do Brasil Surfe Pro a disputa pelo título brasileiro foi apertada. Na primeira etapa do Circuito, em Ubatuba, o carioca Léo Neves, convidado para o evento, e a local Suelen Naraísa abriram a temporada com vitória.

A Praia do Cupe recebeu a segunda etapa do BSP. Com uma excelente apresentação o potiguar Alan Jhones levou a prova no masculino e Suelen repetiu a dose no feminino. Para a disputa da terceira etapa o BSP mudou-se para a Praia de Geribá, em Búzios e foi nesta prova que a briga pelo título começou a se desenhar. Desta vez quem levou a melhor foi o catarinense Jean da Silva, que começava a se aproximava do líder do ranking, Alan Jhones. Entre as meninas, a paraibana, Diana Cristina venceu e também chegou perto de Suelen, que liderava até então com tranqüilidade.

A Praia da Joaquina seria o palco da penúltima prova do BSP. O baiano Bruno Galini foi o grande campeão da prova e Suelen Naraisa garantiu, por antecipação, o título de bicampeã brasileira de surfe. O quarto lugar de Jean da Silva nesta prova foi o suficiente para ele assumir a ponta do ranking.
Na grande final, na Praia da Barra da Tijuca nove surfistas ainda tinham chances matemáticas de levar o título. Mas Jean não deu mole e garantiu seu troféu de campeão brasileiro. Os vencedores desta etapa foram o catarinense Tomaz Hermes e a paraibana Diana Cristina.

Petrobras e Skol apresentam Brasil Surf Pro 2011, o patrocinio é da Hawaiian
Dreams (HD). Apoio da Oi Futuro, dos canais SporTV e Multishow e da TV Jam.
O campeonato conta com recursos da Lei Federal de Incentivo ao Esporte,
organização da ABRASP, realização e produção Brasil1 Esporte e MaxSports.
Esta primeira etapa na Praia do Cupe também conta com o apoio da Prefeitura
Municipal de Ipojuca, da Associação Nordestina de Surf (ANS) e será
transmitida ao vivo pelo: http://www.brasilsurfpro.com.br/

Maresia Surf Pro Nordeste - ANS Pro Tour chega a Aracaju como a quinta etapa do circuito 2011.

Autor: SurfPE - por: Jocildo Andrade / Comunicando Surf – Assessoria de Comunicação / comunicandosurf@gmail.com - 27/05/11 - 03:33

Cartaz da competição - foto: reprodução

Válido pela quinta etapa do Circuito Nordestino de Surf Profissional 2011 o Maresia Surf Pro Nordeste chega pelo terceiro ano consecutivo às ondas da Praia do Atalaia em Aracaju – SE e neste ano o evento terá como palco principal o Havaizinho.

A prova que vai movimentar a capital sergipana durante os dias 04 e 05 de junho distribui 30 mil reais em premiação, 2.000 pontos no ranking do Circuito Regional e 1.000 pontos no ranking do Brasil Tour.

A Maresia foi a primeira Empresa a realizar uma etapa do Tour Nordestino em Sergipe, que tem um grande potencial em ondas e está a cada ano subindo os degraus no cenário do surf regional.

São esperados para o Maresia Surf Pro Nordeste os melhores surfistas do nordeste e do Brasil. O defensor do título da etapa César Aguiar (PE), promete chegar afiado a competição em busca do bicampeonato.

Já John Max, vice-campeão de 2010, e atleta que inaugurou a ponta do ranking este ano após vencer em Paracuru, agora é integrante do time Maresia de competição e também vai para Sergipe com sede de conquistar a vitória na etapa de seu patrocinador.

O evento será transmitido ao vivo pelo site da Maresia com cabine de locução independente para os internautas.

O Maresia Surf Pro Nordeste conta com o patrocínio da Maresia, Governo Estadual de Sergipe através da Secretaria do Esporte e do Lazer e da Prefeitura Municipal de Aracaju.

Apoio: Funcaju, Abrasp, FSS – Federação Sergipana de Surf, Black Box, Digital Net,Z Tach, World Lines, Litoral 655, Pipeline, Magic Baby, MSG Surf Shop, Skypy, ZTech, Surf Jeans, Stillo Z, Planet Music.

Divulgação: Canais ESPN, Woohoo, TV Atalaia, TV Record, Sites Waves, Cearasurf, Ondulação e Surfguru e Revista Feeling.

Dados do Evento:

Evento: Maresia Surf Pro Nordeste

Local: Praia do Havaizinho – Atalaia – Aracaju – SE.

Data: 04 e 05 de junho de 2011

Premiação: R$ 30.000,00

Pontuação: 2.000 pontos no ranking do Circuito Regional e 1.000 pontos no ranking do Brasil Tour.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

"A oTiCa De Um ShApEr" - Um Tubaço no quintal de casa.

Autor: SurfPE - por: Ruclécio Lucena - Correspondente - 26/05/11 - 16:10.


O Shaper e Free Surf Ruclécio Lucena, foi presenteado com uma onda incrível no quintal de sua casa em Enseada dos Corais (O Boto), durante o swell que entrou no inicio da semana em PE.

O Tubaço foi registrado pelas lentes de sua fiel companheira, a Gizele sua esposa que viaja sempre com ele e registra tudo o que se passa na água.

Galeria de Fotos do Tubo

Sequencia do tubaço do shaper Ruclecio Lucena no quintal de casa - Enseada dos Corais (O Boto) - foto: Gizele.


Inscrições Abertas 2. Etapa CE PRO 20.000 mil + 1000 pts ANS PRO TOUR (4º etapa) + 500 pts Brasil Tour (9º etapa)

Autor: SurfPE - por: Carlos Abdalla - Tour Manager ABRASP NE/FCS/ANS - 26/06/11 - 15:35.


Ja estão abertas as inscrições para a 2º etapa do Circuito Maresia Cearense de Surf Profissional que estara acontecendo nos dias 28 e 29 de Maio em Fortaleza(Ce), valendo pela 9º etapa do Brasil Tour R$ 20 000 00 na qual valerão preciosos 500 pts no Ranking Brasil Tour 2011(9º Etapa) bem como 1000 pts no ANS PRO TOUR 2011 (4º etapa).

Estão sendo esperados atletas de todo o Brasil neste evento que conta com o Patrocinio da Maresia Surf Wear. A grande novidade sera a pontuação também para o Circuito Nordestino Profissional na qual serão 1000 pts.
Ressaltamos que o campeão Cearense Profissional 2011 estará com Vaga garantida no BSP 2012. (vaga destinada ao melhor cearense colocado)

Sistema de Inscrições

Os Atletas de Outros Estados e Interior do Ceara devem efetuar o deposito no valor de R$ 140 00 (cento e quarenta reais)Categoria Profissional e R$ 65 00 (sessenta e cinco reais) na Categoria Pro Junior na Seguinte conta:

Banco: Bradesco

Ag:769-2

CC: 11174-0

Federação Cearense de Surf

R$ 140.00

Apos efetuar a inscrição favor mandar um email para anssurf@hotmail.com confirmando o dia e hora do deposito. Na sexta feira a tarde a partir das 16:30 o atleta deve levar o comprovante no palanque na praia e entrega la ao Tour Manager Carlos Abdalla Representante da Abrasp Região Nordeste.

Atletas do Municipio de Fortaleza e Regiao Metropólitana devem efetuar as suas inscrições na loja TENT BEACH (centro e norte shopping)

Obs: não existirão reservas de vagas.

TOP 16 FCS 2011

1- Isaias Silva
2- Edvan Silva
3- Itim Silva
4- Betinho Rosa
5- Michel Adriano
6- Daniel Bezerra
7- Michel Roque
8- Argus Diniz
9- Felipe Martins
10- José Milton
11- Flavio Nunes
12- Dunga Neto
13- Pedro Michel
14- Charlie Brow
15 - Adilton Mariano
16- Caio Breno
FILIAÇÃO
A Filiação do circuito Custara R$ 100 00 (cem reais) podendo ser quitada até a 2º etapa do Circuito. Após a 2. Etapa os nomes que nao estiverem com a filiaçäo em dia seräo retirados do ranking.

HOTEL OFICIAL

MARBELLO ARIAÚ HOTEL
BELLOMAR ARIAÚ HOTEL

Marbello: Apartamentos Single, Duplo e Triplo com ar condicionado e frigobar dispostos em:

01. Single: Cama de casal (King Size);

02. Duplo: Cama de casal (King Size) ou duas camas de solteiro (Box).

03. Triplo: Cama de casal (King Size) + solteiro ou três camas de solteiro.

Restaurante interno climatizado;
Piscina;
Contato:

Marbello Ariaú Hotel
Beach,Vacation & Business Hotels
Tel: 55( 85) 9146 0287
55( 85) 3462 6200
Fax:55( 85) 3462 6205


Distâncias:
Aqui, o verão dura o ano todo. Além da temperatura média de 27ºC, a cidade tem inúmeras atrações, com uma ampla agenda cultural. Conhecida por seus grandes humoristas (com shows que movimentam a cidade quase todos os dias da semana), Fortaleza é muito mais do que a capital nacional do riso, é para ser sentida. Por isso, não apenas veja, mas ouça, cheire, toque e saboreie a Terra de Iracema. A quinta cidade mais populosa do Brasil não para.

Alagoas (Maceió) - 1075 km


Aracajú (Sergipe) - 1183 km


João Pessoa (Paraíba) - 688 km


Natal (Rio Grande do Norte) - 537 km


Recife (Pernambuco) - 800 km


Salvador (Bahia) - 1389 km


São Luís (Maranhão) - 1070 km


Teresina (Piauí) - 634 km

EVENTO: MARESIA CEARENSE DE SURF PROFISSIONAL
DIAS: 28 e 29 de MAIO
PREMIAÇÃO: R$ 20.000.00
PONTUAÇÂO: 1500 PTS CE PRO TOUR + 500 PTS BRASIL TOUR + 1000 PTS ANS PRO TOUR
LOCAL: PRAIA DO FUTURO, FORTALEZA -CE
Boa Sorte a Todos e que Vença o Melhor!!!!!

Coca-Cola Oakley Prime - vídeo da quarta-feira.

Autor: SurfPE - Por Ader Oliveira - 26/05/11 - 15:40 - link fonte:



Com uma atuação fantástica na praia de Itaúna, Saquarema (RJ), o potiguar Jadson André comandou as ações na abertura do Coca-Cola Oakley Prime 2011.

Em excelente forma física, Jadson André exibiu uma disposição impressionante no outside e não deu chance alguma aos adversários na quinta bateria.


quarta-feira, 25 de maio de 2011

Coca-Cola Oakley Prime - Jadson trucida Itaúna.

Autor: SurfPE - por: Por Ader Oliveira em 25/05/11 13:40 - link fonte:

Jadson André deita e rola na estreia em Saquarema (RJ). Foto arquivo: Daniel Smorigo / ASP South America.

Com uma atuação fantástica na praia de Itaúna, Saquarema (RJ), o potiguar Jadson André comandou as ações na abertura do Coca-Cola Oakley Prime 2011.

Assim como na terça-feira, primeiro dia da janela de espera, o mar amanheceu com ondas muito pequenas e forçou a direção de prova a segurar o início das baterias.

Uma nova chamada foi feita às 11:30 horas e as condições melhoraram bastante no decorrer do dia.

Com a sábia decisão do diretor de prova Pedro Müller, os atletas foram para a água e proporcionaram um show de alto nível nas boas ondas de 1 metro.

Em excelente forma física, Jadson André exibiu uma disposição impressionante no outside e não deu chance alguma aos adversários na quinta bateria.

Totalmente encaixado nas esquerdas, o atleta de Natal procurou arriscar em todas as manobras e foi recompensado pelos juízes.

Destaque para seus aéreos sensacionais e também para as rabetadas de frontside. Jadson estava tão inspirado que somou 9.17 e 9.03 nas duas melhores notas, dando-se ao luxo de descartar 8.63.

"Esta foi a melhor atuação que já fiz aqui em Saquarema, mas foi só a primeira bateria. Muitas vezes você acha as ondas na estreia e depois não encontra nada. Porém, estou me sentindo muito bem. Não consegui fazer um bom campeonato lá na Barra, as ondas estavam bem difíceis, fechando bastante, mas isso não é desculpa porque o mar estava igual para todos. Aqui está completamente diferente, tem altas esquerdas", diz o top do World Tour.

"O diretor de prova (Pedro Müller) e toda a organização estão de parabéns. Eles esperaram o momento certo e iniciaram a etapa na melhor hora. Ontem até tinha uma valinha e alguns queriam competir, outros não. Eu, particularmente, não queria competir, pois sabia que o mar ia melhorar", confessa o atleta.

"Hoje caí às 6 da manhã, fiquei ali no outside durante meia-hora e não consegui pegar uma onda sequer porque nem quebrava nada. A gente pensou que seria day off novamente, mas os caras são super experientes, sabiam que o mar ia melhorar e está aí, altas ondas", elogia Jadson.

O atleta chegou a Saquarema com três capas recheadas de prancha e pegou uma 5'10 mágica shapeada por Ricardo Martins para arrebentar na estreia.

"São mais de 20 pranchas, mas nem todas são para usar aqui no Rio. Já estou com todo o meu quiver montado e tem prancha ali pra usar em Jeffrey's Bay, Trestles e outros lugares", conclui Jadson André.

High-scores Também com ótimas atuações, o local Raoni Monteiro, o norte-americano Cory Lopez e o paulista Gabriel Medina reforçaram a lista de maiores pontuadores do dia.

Contando com o apoio da torcida, Raoni partiu pra cima das boas esquerdas de 1 metro e atacou muito bem o lip com belas batidas e rasgadas de backside.

O atleta foi melhorando sua performance durante o confronto e somou 9.40 e 7.13 nas duas melhores ondas, descartando 6.67.

Em duelo de alto nível, o espanhol Aritz Araburu levou a melhor sobre o catarinense Ricardo dos Santos na briga pela segunda vaga.

Aritz descolou 6.73 e 7.70, contra 6.53 e 6.87 de Ricardinho. Em quarto ficou o aussie Brent Dorrington, autor de 6.33 na melhor onda.

Para fechar o dia com chave-de-ouro, Gabriel Medina espancou as ondas de Itaúna para comandar a dobradinha com o paranaense Jihad Khodr, que também soltou o pé nas ótimas ondas.

Medina venceu a batalha com notas 8.73 e 8.03, descartando 7.93. Em segundo ficou Jihad, autor de 6.57 e 8.23.

O catarinense Jean da Silva foi eliminado junto com o neozelandês Billy Stairmand. Jean deu uma dura nos adversários, mas amargou o terceiro lugar com 6.33 e 7.43 no somatório.

Bons tempos Entre os estrangeiros, o norte-americano Cory Lopez relembrou os bons tempos da elite mundial e exibiu um belíssimo surf nas esquerdas, arrancando aplausos da galera com um aéreo muito alto.

Cory saiu da água com 8.57 e 8.07 nas duas melhores ondas, descartando ainda uma nota 8.00.

Batalha do Guaru Nesta quinta-feira, a direção de prova pretende reiniciar a competição às 7 horas. No primeiro duelo do dia, o líder do ranking mundial Adriano de Souza enfrenta o espanhol Hodei Collazo e os conterrâneos Junior Faria e Gilmar Silva.

Assim como Adriano, Junior e Gilmar foram revelados no Guarujá. Gilmar Silva compete como um dos convidados da Oakley, patrocinadora do atleta.


terça-feira, 24 de maio de 2011

3ª e ultima etapa do Circuito Sergipano 2010/11.

Autor: SurfPE - Por: Redação Ondulação - 25/05/11 - 16:40.

Estrutura do Evento - foto: divulgação.

A 3ª e ultima etapa do Circuito Sergipano 2010/11 acontecerá nos dias 28 e 29 de Maio no palanque fixo localizado na PRAIA DO MEIO em Aracaju, mais precisamente em frente à Praça de eventos da Orla.

Essa ultima etapa do sergipano antecipará o Maresia Surf Pro Nordeste, valida pela 3ª etapa do Nordestino Pro no qual acontecerá na PRAIA DO HAVAIZINHO nos dias 04 e 05 de Junho. Esse evento será um ótimo treino para os surfistas que vierem a competir.

Atleta do Circuito Sergipano - foto: Divulgação.

As categorias em disputa serão a Open, Máster, Junior, Mirim, Feminino e Longboard. Vale ressaltar que são vagas limitadas.

Na 1ª etapa desse circuito, que aconteceu na praia da Cinelândia, os maiores destaques foram Davi Teles, Carine Gois, Edson Junior, Vinicius Wichcestink-BA, Ian Costa-BA e Robson Fraga, vencedores de suas respectivas categorias.

A 2ª etapa foi realizada na Praia do Meio e teve como destaque Alex Memol, Robson Fraga, Dioclécio Santos, Carine Gois, Luis Camarão-BA e André Nascimento.

A expectativa da organização é para a participação de cerca de 70 atletas de Sergipe e estados visinhos, que irão abrilhantar ainda mais o show de surf que será possível ser visto. Em breve a Federação Sergipana de Surf estará divulgando os locais de inscrição.

Essa etapa será apresentada pela marca NATURAL ART e tem o apoio da Welcon, Venice, Sumã, Pranchas WL, Galeto Prençado, Óculos SPY, Power Mídia, Loja Sunset e divulgação do site Ondulação e Programa Adrenalina.


CATEGORIAS:

Open – 24 vagas

Máster – 8 vagas

Junior – 12 vagas

Mirim – 12 vagas

Feminino – 6 vagas

Longboard – 8 vagas

INVESTIMENTO DE INSCRIÇÃO:

Open – R$ 50,00

Máster – R$ 50,00

Junior – R$ 50,00

Mirim – R$ 40,00

Feminino – R$ 40,00

Longboard – R$ 40,00

OBS: Atletas filiados a FSS têm desconto de R$ 10,00 na inscrição.



Um atleta e uma prancha da mesma idade.

Autor: SurfPE - por: Ultra Produções | Estúdio Toddy Holland - Fotógrafo Publicitário - 25/05/11 - 16:30.

Erbeliel, brinca com uma prancha da década de 80 - foto: Toddy Holland.

O surfista profissional Erbeliel Andrade usou uma prancha da sua mesma idade: fabricada há 24 anos

A prancha, uma Realce Nordeste shapeada por Rogério C. Bastos, foi feita em 1987 para Toddy Holland (fotógrafo publicitário) amigo de Erbeliel e estava guardada sem uso, porém, recentemente foi pintada de rosa para que a filha de Toddy usasse.

A prancha de bastante espessura e bordas grossas foi fabricada para um iniciante, mas Erbeliel conseguiu uma excelente performance, apesar das ondas pequenas do Mar do Macaco na Paraíba.

Uma prova que equipamento adequado é importante, mas quando se tem talento dá pra surfar de todo jeito.

Galeria de Fotos:

Erbeliel Andrade, faz o que quer com uma prancha da sua Idade - fotos: Toddy Holland.