terça-feira, 31 de agosto de 2010

Panamá ISA World Masters - Masters do Brasil avançam no Panamá.

Autor: SurfPE - por: Chico Padilha - 31/08/10 - 11:05 - link fonte:
http://emfocosurf.com.br/01/index.php?option=com_content&view=article&id=4324:panama-isa-world-masters-&catid=13:outros&Itemid=135

Cartaz do Panamá ISA World Masters Surfing Championship - foto: reprodução.

Confirmando às previsões, Santa Catalina, Panamá, recepciona surfistas veteranos Masters, Grand Masters, Kahunas e Big Kahunas do surf mundial com altas ondas no ISA Masters Panamá, cujas disputas começaram neste domingo como previsto.

E depois da classificação com segundos lugares dos Masters Carlos Santos e Vitor Ribas, quem abriu a participação Grand Masters do Brasil, de seleção completa, foi Júnior Maciel que avançou em segundo, estando Fábio Gouveia, escalado para a sétima bateria da Grand Masters, na qual enfrenta em instantes ao argentino Sebastian Galindo, a Eduardo Rojas, da Venezuela, e ao neozelandês Antony Low.

O atual campeão Grand Masters da ISA é o peruano Magoo De La Rosa, e o Brasil busca superar ao bronze por seleções da edição passada..

Santa Catalina, já é há muito conhecida pela qualidade das ondas, e o ISA Mundial Master do Panamá tem categorias Master (Acima de 35 anos) masculino e feminino, Grand Master (mais de 40), Kahunas (superior aos 45) e Grand Kahuna ( para os nascidos em 1959 ou antes).

O trio Master do Brasil no Panamá é Victor Ribas, Carlos Santos e Andréa Lopes, na Grand Master estão Júnior Maciel e Fábio Gouveia, enquanto na Kahuna o representante é Sergio Pena e na Grand KahunaRoberto Andrade representando ao Brasil.

O Panamá ISA World Masters Surfing Championship é um evento que se tornou anual no ano de 2007, em Rincón, Puerto Rico, uma decisão que mostrou-se acertada, " Hoje em dia, o desejo de todo surfista Master é representar seu país nesta grande competição" afirma a International Surfing Association (ISA).

O evento depois de parada devido a maré baixa reiniciou-se ás 16:45 horário de Brasília, acompanhe no http://www.panamaisaworldmasters.com/live.php

Molokai 2010 - Brasileiros completam travessia.

Autor: SurfPE - Por Redação Waves - 31/08/10 11:01 - link fonte:
http://waves.terra.com.br/surf/noticia/brasileiros-completam-travessia/43010

Alessandro Matero é um dos brazucas a completarem a travessia no Hawaii. Foto: Bruno Lemos.

Os brasileiros Lívio Menelau, Alessandro Matero e Andrea Moller disputaram o Molokai Paddleboard Race 2010, encerrado no último 25 de julho no Hawaii.

A tradicional prova havaiana é uma travessia da ilha de Molokai até a de Oahu. A distância aproximou-se de 32 milhas náuticas, ou 60 quilômetros.

Este ano as inscrições alcançaram um número recorde: 142 inscritos, em uma das mais difíceis travessias em mar aberto.

As categorias foram divididas por tamanho de prancha, de 14 pés sem leme ou mais de 14 pés com leme. Também eram divididas por idade, de 9 em 9 anos.

As condições este ano não eram das melhores e os atletas tinham que ter um bom preparo para enfrentar o vento forte (15-25 knots) e ondas de até 2,5 metros.

O circuito é considerado o mundial de longa distância de stand up, pois atletas do mundo todo estavam presentes: Japão, Austrália, Espanha, Brasil, EUA, França, entre outros.

Andrea Moller venceu no Feminino Geral com o tempo de 6 horas e com uma boa diferença para a segunda colocada. Moradora da ilha de Maui há mais de 10 anos, ela divide seu tempo entre trabalho, ser mãe e treino. A atleta se destaca bastante nas provas em mar agitado e ganhou as últimas competições mais importantes da categoria.

Lívio Menelau, terminou a competição no décimo segundo lugar com o tempo de 5:19:17 horas, no geral e primeiro lugar na categoria (30 a 39 anos). Morador também da ilha de Maui, Lívio divide seu tempo entre o trabalho e os treinos. Sua última conquista foi o título de uma das provas mais importantes do Hawaii, a Holukai.

Alessandro Matero foi o único brasileiro que reside no Brasil a competir no Hawaii. Matero, 36, acabou em trigésimo primeiro lugar no geral, e em quinto na categoria (30 a 39 anos), com o tempo de 6:11:52 horas.

Matero frequenta as ilhas havaianas nos últimos cinco anos para participar das travessias do canal de Molokai em diversas embarcações, sendo esta a sua sexta travessia do canal. Ele divide seu tempo entre os treinos e com o trabalho na Universidade de São Paulo (USP), dirigindo uma escola de canoagem havaiana e stand up.

Campeões por categoria do Molokai Paddleboard 2010

Men’s Traditional Paddleboard - Jamie Mitchell (Aus) – 4:52:45

Women’s Traditional Paddleboard - Kanesa Duncan-Seraphin (Haw) – 6:02:45

Men’s Stand-Up Paddleboard - Dave Kalama (Haw) – 4:54:15

Women’s Stand-Up Paddleboard - Andrea Moller (Haw) – 6:00:00



Billabong Pro - Dupla brilha no Tahiti.

Autor: SurfPE - Por: Redação Waves - 31/08/10 10:12 - link fonte:
http://waves.terra.com.br/surf/noticia//dupla-brilha-no-tahiti/43025

Adriano de Souza estreia com vitória no Billabong Pro Tahiti. Foto: © ASP/ Kirstin Scholtz.

Depois de oito dias de espera, finalmente teve início o Billabong Pro Tahiti, etapa do World Tour que rola em Teahupoo.

Em ondas de 1 metro, o paulista Adriano de Souza e o catarinense Marco Polo garantiram classificação à terceira fase.

Depois de ser derrotado na primeira fase, o catarinense Neco Padaratz aguarda sua bateria na repescagem, enquanto o potiguar Jadson André está fora da competição.

Jadson foi o primeiro a entrar em ação e somou apenas notas 1.33 e 3.07 na derrota para o australiano Luke Stedman (1o) e o norte-americano Nate Yeomans.

Na repescagem, o potiguar voltou a enfrentar Yeomans e novamente se deu mal.

Jadson chegou a liderar a bateria com 3.33 e 5.67, mas Yeomans, que tinha 4.67 no somatório, achou um bom tubo e arrancou 7.90 dos juízes, deixando Jadson a 7.07 da vitória.

A partir daí, as ondas pararam de entrar em Teahupoo e a vitória ficou com Nate Yeomans, deixando o brazuca em 33o lugar.

Marco Polo também começou com derrota, mas reagiu na repescagem. Na primeira fase, ele surfou apenas uma onda e amargou a segunda posição com 5.33 pontos, precisando de 6.84 para impedir a vitória do francês Jeremy Flores na bateria que contou ainda com o norte-americano Bobby Martinez, terceiro colocado com notas 3.33 e 2.00.

O catarinense deu a volta por cima na repescagem ao eliminar um forte candidato ao título, o norte-americano Bobby Martinez, detentor de dois títulos do Billabong Pro Tahiti.

Em baterias com poucas ondas de qualidade, Polo reagiu nos minutos finais ao somar 3.67 e conseguir a virada com 6.17.

Martinez vinha na liderança com 2.33 e 5.50, mas perdeu a oportunidade de vencer Polo ao cair na porta de saída de dois bonitos tubos.

Porém, o dia era mesmo de Polo. Incentivado pelos brazucas, que vibravam muito no canal de Teahupoo, o catarinense conseguiu sua primeira vitória na temporada.

O único brasileiro a livrar-se da repescagem foi Adriano de Souza, vencedor da quinta bateria do dia. Depois de sumir por dentro de um tubo estreito, difícil, "Mineirinho" arrancou 6.83 dos juízes.

O brazuca tinha 2.83 na primeira onda, na qual aplicou algumas rasgadas e batidas de backside, e conseguiu bater o norte-americano Tim Reyes e o havaiano Roy Powers.

Na 12a bateria da primeira fase, Neco Padaratz somou 4.50 na melhor onda e perdeu precisando de 6.77 para bater o australiano Owen Wright (1o) e o californiano Brett Simpson (2o).

Agora, o catarinense enfrenta o norte-americano C.J. Hobgood na nona bateria da repescagem.

Líder avança Atual líder do ranking, o sul-africano Jordy Smith venceu uma dura batalha na primeira fase contra o local Manoa Drollet e o norte-americano C.J. Hobgood.

Jordy somou 7.60 e 6.70 nas duas melhores ondas, enquanto Manoa obteve 7.57 e 2.83 e C.J. cometeu interferência e teve 6.83 na melhor onda.

Taj fora O vice-líder Taj Burrow não teve o mesmo desempenho e caiu diante do português Tiago Pires, que precisava de 4.58 e fez 6.83 na última onda, pulando de terceiro para primeiro lugar.

Na repescagem, Taj retornou ao outside e sofreu uma virada emocionante do local Manoa Drollet. O aussie saiu na frente com 6.83 e 5.50 nas duas primeiras ondas, mas Drollet mostrou que conhece muito bem a bancada de Teahupoo e deu o troco com 7.93 na quarta onda e 6.93 em sua última tentativa.

Kelly x Andy Numa das baterias mais aguardadas do dia, o nove vezes campeão mundial Kelly Slater voltou a enfrentar o tricampeão mundial Andy Irons.

A dupla travou um belo duelo e Andy chegou perto da virada. Slater abriu vantagem com 6.50 e 7.50, enquanto Andy somou 6.00 na primeira onda e bateu na trave com 7.97 quando precisava de 8.00 pontos.

A melhor onda da bateria foi surfada pelo local Heiarii Williams, autor de 8.17. Porém, o taitiano não conseguiu surfar outra boa onda e caiu para a repescagem precisando de 5.83.

Para conferir a transmissão ao vivo, visite o site Billabong Pro.

Billabong Pro Tahiti 2010

Repescagem

1 Manoa Drollet (Tah) 14.76 x Taj Burrow (Aus) 12.33
2 Mick Fanning (Aus) 15.00 x Taumata Puhetini (Tah) 7.27
3 Hearii Williams (Tah) 14.03 x Bede Durbidge (Aus) 13.43
4 Dane Reynolds (EUA) 16.27 x Tim Reyes (EUA) 12.50
5 Marco Polo (Bra) 9.84 x Bobby Martinez (EUA) 7.83
6 Nate Yeomans (EUA) 12.73 x Jadson André (Bra) 9.00

7 Taylor Knox (EUA) x Jay Thompson (Aus)
8 Chris Davidson (Aus) x Drew Courtney (Aus)
9 C.J. Hobgood (EUA) x Neco Padaratz (Bra)
10 Andy Irons (Haw) x Tanner Gudauskas (EUA)
11 Adam Melling (Aus) x Mick Campbell (Aus)
12 Kieren Perrow (Aus) x Travis Logie (Afr)
13 Roy Powers (Haw) x Patrick Gudauskas (EUA)
14 Tom Whitaker (Aus) x Dean Morrison (Aus)
15 Kekoa Bacalso (Haw) x Matt Wilkinson (Aus)
16 Dusty Payne (Haw) x Brett Simpson (EUA)

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

PENA PRO NORDESTE Varzea do Una PE - Inscrições Abertas.

Autor: SurfPE - por: Carlos Abdalla(Tour Manager ANS/ABRASP NE/TOP 16) - 30/08/10 - 21:00.

Cartaz do PENA PRO NORDESTE Vázea do Una - foto: reprodução.

È Com muita satisfação que anunciamos a 5º Etapa do
Maior Circuito Regional Profissional do MUNDO" O "ANS PRO TOUR 2010" R$ 30.000.00 + 1000 pts Brasil Tour + 2000 Pts ANS Pro Tour., estaremos na Magnifica onda de Varzea do Una de 03 a 05 de Setembro e concerteza todos voces darão um verdadeiro show de surf. Salientamos que as vagas serão limitadas!!. Lembramos que a "Triplice Coroa Pena" ira premiar o campeão com uma Passagem para o HAWAII!!!!.

SISTEMA DE INSCRIÇÕES
As inscrições para o PENA PRO NORDESTE já estão abertas,e poderão ser feitas na conta da ANS:
Valor: R$ 150,00 Banco: REAL AG: 0757 CC: 9744391-5 Associação Nordestina de Surf
Apos o deposito favor enviar um email para anssurf@hotmail.com relatando o dia e hora do deposito. Levar o comprovante de deposito (sob pena de nao correr o evento), entrega la ao Tour Manager da ABRASP NORDESTE/ANS Carlos Abdalla dia 02 de agosto(a tarde)no local do evento.
São José da Coroa Grande- foto: Divulgação.

COMO CHEGAR
São José da Coroa Grande é um lugar privilegiado pela beleza do mar e pelas piscinas naturais apropriadas para o mergulho.As expectativas para esta etapa são as melhores, pois acontecerá em um pico inédito, Várzea do Una que é uma Praia paradisíaca onde nunca houve um evento deste porte.

A praia de Várzea do Una fica a 120 km de Recife é o município ao sul de Pernambuco, cruzando a divisa com Alagoas e os acessos são pela PE–60 E BR–101 (via Cabo). Apesar da pouca distância de Recife o acesso é feito cruzando o Rio Una em barco. A praia de Várzea do Una está em um a baía com uma boa faixa de areia, um mar de ondas fortes e belas paisagens.

Distâncias: Recife - 110km - acesso pela PR-060 Maceió - 130 km - acesso pela AL-101 Norte

EVENTO: PENA PRO NORDESTEDIAS: 03 a 05 DE SETEMBRO
PREMIAÇÃO: R$ 30.000.00
PONTUAÇÂO: 1500 PTS ANS PRO TOUR + 1000 PTS BRASIL TOUR
LOCAL: Varzea do Una/ Sao Jose da Coroa Grande/PE

Boa Sorte a Todos e que vença o Melhor!!!

"Circuito Nordestino de Surf Profissional, o WQS Brasileiro" 09 Etapas em 2010!!!

Billabong Pro - Mineiro avança em Teahupoo.

Autor: SurfPE - Por: Redação Waves - 30/08/10 20:45 - link fonte:
http://waves.terra.com.br/surf/noticia//mineiro-avanca-em-teahupoo/43024

Adriano de Souza passa pela estreia no Billabong Pro Tahiti. Foto: © ASP/ Kirstin Scholtz.

Depois de oito dias de espera, finalmente teve início o Billabong Pro Tahiti, etapa do World Tour que rola em Teahupoo.

Em ondas de 1 metro, o paulista Adriano de Souza mandou bem e foi o único brasileiro a avançar direto à terceira fase da competição.

Já os atletas Marco Polo, Jadson André e Neco Padaratz caíram para a repescagem.

Jadson foi o primeiro a entrar em ação e somou apenas notas 1.33 e 3.07 na derrota para o australiano Luke Stedman (1o) e o norte-americano Nate Yeomans.

No duelo seguinte, Polo surfou apenas uma onda e amargou a segunda posição com 5.33 pontos, precisando de 6.84 para impedir a vitória do francês Jeremy Flores na bateria que contou ainda com o norte-americano Bobby Martinez, terceiro colocado com notas 3.33 e 2.00.

O melhor momento do dia entre os brasileiros foi protagonizado por Adriano de Souza na quinta bateria. Depois de sumir por dentro de um tubo estreito, difícil, "Mineirinho" arrancou 6.83 dos juízes.

O brazuca tinha 2.83 na primeira onda, na qual aplicou algumas rasgadas e batidas de backside, e conseguiu bater o norte-americano Tim Reyes e o havaiano Roy Powers.

Na 12a bateria, Neco Padaratz somou 4.50 na melhor onda e perdeu precisando de 6.77 para bater o australiano Owen Wright (1o) e o californiano Brett Simpson (2o).

Líder avança Atual líder do ranking, o sul-africano Jordy Smith venceu uma dura batalha contra o local Manoa Drollet e o norte-americano C.J. Hobgood.

Jordy somou 7.60 e 6.70 nas duas melhores ondas, enquanto Manoa obteve 7.57 e 2.83 e C.J. cometeu interferência e teve 6.83 na melhor onda.

O vice-líder Taj Burrow não teve o mesmo desempenho e caiu diante do português Tiago Pires, que precisava de 4.58 e fez 6.83 na última onda, pulando de terceiro para primeiro lugar.

Kelly x Andy Numa das baterias mais aguardadas do dia, o nove vezes campeão mundial Kelly Slater voltou a enfrentar o tricampeão mundial Andy Irons.

A dupla travou um belo duelo e Andy chegou perto da virada. Slater abriu vantagem com 6.50 e 7.50, enquanto Andy somou 6.00 na primeira onda e bateu na trave com 7.97 quando precisava de 8.00 pontos.

A melhor onda da bateria foi surfada pelo local Heiarii Williams, autor de 8.17. Porém, o taitiano não conseguiu surfar outra boa onda e caiu para a repescagem precisando de 5.83.

Para conferir a transmissão ao vivo, visite o site Billabong Pro.



Mormaii Pro Junior Jessé Mendes domina a Ferrugem (SC).

Autor: SurfPE - Por: Norton Evaldt - 30/08/10 - 20:00 - link fonte:
http://waves.terra.com.br/surf/noticia//jesse-mendes-domina-a-ferrugem-(sc)/42999

Jessé Mendes leva a melhor em Garopaba. Foto: Basílio Ruy.

O paulista Jessé Mendes é o campeão do Mormaii Pro Junior, terceira etapa da seletiva sul-americana encerrada neste domingo (29/8) na praia da Ferrugem, Garopaba (SC).

Clique aqui para ver as fotos da categoria Masculino

Clique aqui para ver as fotos da categoria Feminino

Em ondas de 1 metro com séries maiores, ele derrotou o também paulista Tamaê Bettero na bateria decisiva do evento, por 12.60 a 8.10 pontos.

Ele estava determinado, fez a maior nota (8.83) da competição e também a maior somatória (17.33) na primeira semifinal, para mostrar que não daria nenhuma chance a seu adversário na grande final.

Na final, Jessé abriu com uma boa onda, para marcar 6.00 pontos e na última onda da bateria confirmou sua primeira vitória da categoria Pro Junior com mais 6.60, para somar 12.60 e pular para a terceira colocação no ranking Pro Junior da ASP.

“Estou amarradão, não sei nem o que falar, essa é primeira vez que chego à final. O vento Sul entrou agora no final e ficou um pouco difícil, acabei pegando umas ondas menores. Optei por isso e surfei o mais forte que podia. Minha tática deu certo. Consegui pegar duas ondas boas e depois só administrei a bateria", revela Jessé Mendes.

"Estou muito feliz com essa vitória e quero agradecer também ao Paulo Kid, meu técnico, ao Ricardo, meu preparador físico, à Diva, minha psicóloga, a toda minha família e meus amigos”, declara o campeão do Mormaii Pro Junior 2010 na praia da Ferrugem.

O paulista Miguel Pupo segue na liderança do ranking que define os representantes sul-americanos no ASP World Junior.

Na categoria Feminino, repetindo a final de 2009, a paraibana Diana Cristina, “Tininha” como é carinhosamente chamada pelos amigos, líder do ranking Pro Junior ASP, enfrentou a catarinense Gabriela Leite em uma final muito disputada, e mais uma vez foi a vencedora, com 10.60 pontos contra 10.37 de Gabriela, que ficou bem perto da vitória nos últimos instantes da bateria final.

Diana Cristina lidera entre as meninas. Foto: Basílio Ruy.


“O mar tava um pouquinho difícil, na bateria anterior eu caí com uma prancha que não estava boa para esta condição do mar e agora acertei a prancha para essa grande final. Estou muito feliz por ter vencido mais um evento aqui na praia da Ferrugem e vou batalhar nas próximas duas etapas para conquistar a vaga para o mundial e representar bem nosso continente”, declara Tininha, com um largo sorriso no rosto.

A próxima etapa das seletivas sul-americanas está marcada para São Francisco do Sul, litoral Norte catarinense, entre os dias 3 e 5 de setembro.

A última etapa das seletivas da categoria Masculino acontece nos dias 14 e 15 de setembro em Salvador (BA) e define os quatro atletas classificados pelo ranking Pro Junior da ASP, que se juntam aos dois melhores classificados no WQS com idade até 20 anos.

A última etapa das seletivas da categoria Feminino acontece entre os dias 16 e 18 de setembro, junto com o WQS Feminino, também em Salvador (BA).

Resultados do Mormaii Pro Junior 2010

Masculino

1 Jessé Mendes (Bra)

2 Tamaê Bettero (Bra)

3 Vicente Romero (Bra)

4 Thiago Guimarães (Bra)

Feminino

1 Diana Cristina (Bra)

2 Gabriela Leite (Bra)

3 Barbara Segatto (Bra)

3 Valéria Solé (Per)

Ranking da seletiva sul-americana

Masculino
1 Miguel Pupo (Bra) 3610
2 Krystian Kymmerson (Bra) 2520
3 Jessé Mendes (Bra) 2460
4 Caio Ibelli (Bra) 2330
5 Peterson Crisanto (Bra) 2320
6 Marco Fernandez (Bra) 2220
7 Tamaê Bettero (Bra) 2215
8 Thiago Guimarães (Bra) 2200

Feminino
1 Diana Cristina (Bra) 3230
2 Camila Cássia (Bra) 2565
3 Barbara Segatto (Bra) 2435
4 Gabriela Leite (Bra) 2280
5 Nathalie Martins (Bra) 1833

Pantin Classic - Pablo Paulino fica em segundo.

Autor: SurfPE - Por: Redação Waves - 30/08/10 19:47 - link fonte:
http://waves.terra.com.br/surf/noticia//pablo-paulino-fica-em-segundo/42998


Galera comemora no pódio. Foto: Aquashot / Aspeurope.com.

O neozelandês Billy Stairmand é o vencedor do Ferrolterra Movistar Pantin Classic, etapa ne nível 6 estrelas do WQS encerrada neste domingo (29/8) em Marnela, Espanha.

Programado para acontecer em Pantin, o evento teve que ser transferido devido às fracas condições de onda e as merrecas foram o principal adversário dos competidores.

Pablo Paulino é barrado apenas pelo campeão. Foto: Aquashot / Aspeurope.com.

O cearense Pablo Paulino ficou com a segunda colocação na prova, ao ser derrotado por Starmaind na final, em uma diputa muito apertada e de poucas ondas, encerrada com o placar de 13.56 a 12.33 pontos.

"Nem sei o que dizer. Vim para cá com algumas pranchas e elas funcionaram muito bem nessas ondas pequenas. Tive uma semana muito divertida aqui em Pantin. Não pensei muito sobre as condições do mar hoje, tentei apenas vencer cada uma das baterias e deu certo", comemora o neozelandês, que conquista sua primeira vitória em uma etapa do WQS.

"Pablo não pegou aquela onda no começo da bateria e resolvi remar nela. Consegui mandar duas manobras e tive sorte suficiente para obter a pontuação necessária e depois ficar em cima dele", revela Billy Stairmand.

O cerarense também comemorou bastante o resultado. "Estou muito feliz e queria dedicar este segundo lugar ao meu filho. Infelizmente não encontrei as ondas que precisava na final, mas mesmo assim estou feliz porque é o meu melhor resultado do ano na corrida para ingressar à elite. Agradeço muito a Deus e aos meus patrocinadore por todo suporte", declara Pablo Paulino no pódio.

Heitor Alves tira leite depedra. Foto: Aquashot / Aspeurope.com.

Além dele, quem também mandou bem na competição foi o carioca Pedro Henrique e o cearense Heitor Alves, ambos barrados nas quartas-de-final.

Pedrinho caiu diante do vencedor do evento que somou 17.10 pontos, contra 14.94 do carioca. Heitor foi eliminado pelo seu conterrâneo e vice-campeão do evento por 16.13 a 14.83.

Feminino Entre as meninas, que se deu bem foi a norte-americana Courtney Conlogue, vencedora da prova no último sábado (28/8). Para isso, ela derrotou a jovem australiana Laura Enever na final, por 13.57 a 9.60.

Courtney Conlogue vence entre as meninas. Foto: Aquashot / Aspeurope.com.

As brasileiras não apresentaram resultado expressivo, com a paranaense Bruna Schmitz e a paulista Claudia Gonçalves barradas no segundo round.

Resultado do Ferrolterra Movistar Pantin Classic 2010

1 Billy Stairmand (Nzl)
2 Pablo Paulino (Bra)
3 Nathaniel Curran (EUA)
3 Tim Boal (Fra)
5 Pedro Henrique (Bra)
5 Heitor Alves (Bra)

5 Gony Zubizarreta (Esp)
5 Sebastien Zietz (Haw)

9 Bernardo Pigmeu (Bra)
17 Jerônimo Vargas (Bra)
17 Willian Cardoso (Bra)
25 Odirlei Coutinho (Bra)
25 Gustavo Fernandes (Bra)
25 Alejo Muniz (Bra)
25 Rodrigo Dornelles (Bra)
37 Wiggolly Dantas (Bra)
37 Raoni Monteiro (Bra)
37 Messias Félix (Bra)
49 Júnior Faria (Bra)
49 Thiago Camarão (Bra)
49 Jorge Spanner (Bra)
49 Gabriel Medina (Bra)
49 Diego Rosa (Bra)
49 Leonardo Neves (Bra)
49 Jano Belo (Bra)
49 Thomas Hermes (Bra)
49 Bruno Rodrigues (Bra)
73 Ricardo dos Santos (Bra)
73 Alex Ribeiro (Bra)
73 Jean da Silva (Bra)
73 Yuri Sodré (Bra)
73 Paulo Moura (Bra)
97 André Silva (Bra)
97 Rudá Carvalho (Bra)
121 David do Carmo (Bra)

Resultado do Girls Cabreiroa Surfing 2010

1 Courtney Conlogue (EUA)

2 Laura Enever (Aus)
3 Sally Fitzgibbons (Aus)
3 Tyler Wright (Aus)
5 Pauline Ado (Fra)
5 Alizee Arnaud (Fra)
5 Cannelle Bulard (Reu)
5 Paige Hareb (Nzl)

13 Bruna Schmitz (Bra)

19 Claudia Gonçalves (Bra)

25 Suelen Naraisa (Bra)

25 Jacqueline Silva (Bra)

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Lost Prophets - a busca pelo coletivo.

Autor: SurfPE - por: Redação AlmaSurf - 25/08/10 - 18:26 - link fonte:

Dirigido e editado por Nathan Apffel, Lost Prophets: A busca pelo coletivo, nos leva a uma nova página de nossa história. Uma verdadeira profecia do futuro de nosso esporte. Foto: Divulgação.

Dave Rastovich, Reef McIntosh e Brian Conely são um dos destaques do filme dirigido por Nathan Apffel, que reflete as diferentas faces do surf lifesytle.

Algumas pessoas vivem suas vidas dormindo. Apenas sonhando que estão acordadas. Entre a incessante tendência da globalização, um determinado grupo de indivíduos escolheu se afastar das facilidades do mundo moderno e seguir o caminho da descoberta, o que fez com que o surf se tornasse um reflexo de suas vidas espirituais.

Esses indivíduos, imergidos na experiência de viver o renascimento do espírito roots, nos ajudarão a guir o esporte em direção a revitalização. Lost Prophets: Search for the Collective nos leva a uma nova página de nossa história. Uma verdadeira profecia do futuro de nosso esporte.

Dirigido e editado por Nathan Apffel, Lost Prophets é um documentário que acompanha as vidas de nove surfistas nas mais diversas vertentes, e dessa forma, reflete as diferentas facetas do surf lifesytle.

Entre os destaques estão Chris del Moro, Dave Rastovich, Reef McIntosh, Dede Suryana e Brian Conley, entre outros surfistas conhecidos por realmente viver o verdadeiro espírito do free surf.

Para obter mais informações, acesse Lost Prophets: Search for the Collective.

Confiram o trailer:

"The Dark side of the Lens", de Mickey Smith, traz a essência do surf e da fotografia.

Autor: SurfPE - por: Redação Alma Surf - 25/08/10 - 18:18 - link fonte:


Dirigido pelo fotógrafo Mickey Smith, “The dark side of the lens” explora o surf em sua essência, evocando a relação do talentoso fotógrafo com o surf e a fotografia – trazendo ao espectador ondas pesadas, paredões de pedra, reefs e lindas imagens submarinas da costa oeste irlandesa.

Ao fundo, lenta e densa, sobressai a voz da narração de Mickey Smith, que traz o seu ponto de vista ao observador: "Tudo o que está à frente das lentes brilha aos olhos do espectador, e tudo o que as pessoas veem, você sabe que esteve lá. Mas ninguém pensa na pessoa que está por detrás da imagem. Daí o nome ’O lado obscuro das lentes’. "

Mickey Smith, que já teve suas fotos estampadas em revistas como The Surfer’s Journal, Surfing Magazine, Surf Europe, Carve, e já rodou o mundo com sua câmera na mão, diz no vídeo: “As câmeras me ajudam a traduzir, interpretar e entender o que vejo. É um simples ato que personifica minha paixão pela natureza e aventura."

"Nós exploramos a ideia de olhar as coisas sob determinada perspectiva. Ninguém sabe sobre a fotografia de surf - o outro lado da água. É um gênero específico e estranho, que pensamos que poderia ser interessante mostrar," disse Smith.

O curta é um dos escalados para a competição Short Films, organizada pela marca de energéticos Relentless, que premiará o vencedor com 5 mil libras.

A competição, tem como objetivo desafiar os filmmakers ao redor do mundo a explorar, revelar e celebrar uma atitude visceral diante da vida – e produzir filmes que não dependam de grandes orçamentos nem equipes, mas que tragam ideias e habilidade, e consigam comunicar poder e grandeza.

Para obter mais informações, acesse: www.relentlessenergy.com


Billabong Pro - Flat embaça Teahupoo.

Autor: SurfPE - Por Redação Waves - 25/08/10 17:45 - link fonte:


Neco Padaratz e Marco Polo seguem de folga no Billabong Pro. Foto: Aleko Stergiou.

O Billabong Pro Tahiti foi adiado pelo terceiro dia consecutivo em Teahupoo.

Nesta quarta-feira, a direção de prova manteve os tops de folga devido às pequenas ondas que quebram na bancada taitiana.

A expectativa é a de que a competição aconteça a partir desta quinta, quando está prevista uma leve reação do mar.

Uma nova chamada acontece nesta quinta-feira às 14:30 (horário de Brasília).

Primeira fase do Billabong Pro Tahiti 2010:
1 Damien Hobgood (EUA), Kekoa Bacalso (Haw), Jay Thompson (Aus)
2 Jadson André (Bra), Luke Stedman (Aus), Nate Yeomans (EUA)
3 Bobby Martinez (EUA), Jeremy Flores (Fra), Marco Polo (Bra)
4 Dane Reynolds (EUA), Tom Whitaker (Aus), Blake Thornton (Aus)
5 Adriano de Souza (Bra), Roy Powers (Haw), Tim Reyes (EUA)
6 Bede Durbidge (Aus), Kieren Perrow (Aus), Joan Duru (Fra)
7 Mick Fanning (Aus), Adam Melling (Aus), Tamaroa McComb (Tah)
8 Jordy Smith (Afr), C.J. Hobgood (EUA), Manoa Drollet (Tah)
9 Taj Burrow (Aus), Tiago Pires (Por), Tuamata Puhetini (Tah)
10 Kelly Slater (EUA), Andy Irons (Haw), Heiarii Williams (Tah)
11 Adrian Buchan (Aus), Dusty Payne (Haw), Drew Courtney (Aus)
12 Owen Wright (Aus), Brett Simpson (EUA), Neco Padaratz (Bra)
13 Fredrick Patacchia (Haw), Matt Wilkinson (Aus), Tanner Gudauskas (EUA)
14 Michel Bourez (Tah), Dean Morrison (Aus), Mick Campbell (Aus)
15 Taylor Knox (EUA), Luke Munro (Aus), Travis Logie (Afr)
16 Chris Davidson (Aus), Patrick Gudauskas (EUA), Ben Dunn (Aus)


Pena International Longboard Classic - Vídeo dos melhores momentos.

Autor: SurfPE - por: Leonardo Menezes - 25/08/10 - 17:33 - link fonte: www.ondulacao.com.br


Confira os melhores momentos da vitória do cometa Halley na etapa do International Longboard Classic realizada em Porto de Galinhas - PE.

Créditos vídeo: Leonardo Meneses / Ondulacao.com.br


Mormaii Pro Junior 2010 - Começa nesta sexta-feira em Garopaba/SC.

Autor: SurfPE - por: Norton Evaldt - 25/08/10 - 17:19 - link fonte:

Cartaz do Mormaii Pro Junior - foto: reprodução.

Os principais surfistas sub-20 do Brasil chegam ao estado para duas grandes disputas pelas vagas do Mundial Pro Junior da ASP.

A bela cidade de Garopaba, um dos principais destinos turísticos do estado, localizada 80 km ao sul de Florianópolis, possui o título de Capital Catarinense do Surfe do Estado de Santa Catarina e recebe a partir desta sexta feira os principais nomes da nova geração do surf brasileiro com idade até 20 anos, para a segunda edição do Mormaii Pro Junior na paradisíaca Praia da Ferrugem, durante os dias 27, 28 e 29 de agosto.

Entre as estrelas do surf nacional, o paulista Miguel Pupo, líder do Ranking ASP South America Pro Junior 2010, já está confirmado para mais uma batalha na corrida pelas vagas para a decisão do Mundial Pro Junior da ASP.

Miguel foi vice-campeão do Mormaii Pro Junior 2009, sendo derrotado numa grande final pelo catarinense Alejo Muniz que está na Espanha e não irá participar desta etapa. “Venho embalado com os bons resultados no WQS e o meu objetivo é me dar bem nesse evento em Garopaba e no próximo em São Francisco do Sul na semana que vem, e conseguir a vaga para o mundial”, declarou Miguel.

Na categoria Feminino, a paraibana Diana Cristina, atual bicampeã sul-americana Pro Junior, campeã do Mormaii Pro Junior em 2009, líder do Ranking ASP South America Pro Junior 2010 na categoria feminino, também já confirmou sua presença na competição, assim como a catarinense Gabriela Leite que ficou com a segunda colocação ano passado, perdendo para Diana na final. “Estou bem preparada, venho treinando bastante aqui na região e também em Imbituba onde estou morando agora e espero me sair bem na Ferrugem e melhorar minha classificação no ranking para brigar pela vaga do mundial nas próximas etapas”, declarou Gabriela.

O Mundial Pro Junior da ASP será disputado em três etapas, duas na Austrália e uma em Bali. Na categoria masculina seis atletas irão representar a América do Sul, onde serão classificados os quatro primeiros pelo ranking das seletivas, mais os dois melhores juniores classificados pelo ranking do WQS e na categoria feminino classificam-se duas meninas, direto pelo ranking das seletivas.

“O evento vai ser irado, todas as estrelas sub-20 do surf brasileiro já confirmaram suas inscrições para a seletiva na Praia da Ferrugem, e com certeza o bicho vai pegar, com muito surf expressivo e inovador que essa molecada vem apresentando”, comentou Fred Leite, presidente da Fecasurf – Federação Catarinense de Surf.

A próxima etapa da seletiva sul-americana acontece de 03 a 05 de setembro em São Francisco do Sul, no litoral norte catarinense.

O Mormaii Pro Junior tem o patrocínio da Mormaii, da Prefeitura Municipal de Garopaba, com apoio da Secretaria de Turismo, ASG – Associação de Surf de Garopaba, FECASURF – Federação Catarinense de Surf e ASP South America.

Acesse o link da transmissão ao vivo do evento pela internet
no www.mormaii.com.br , www.fecasurf.com.br , www.surfpro.com.br e acompanhe os vídeos, as fotos e tudo que rola no Mormaii Pro Junior também pelo twitter seguindo @fecasurf e no http://pt-br.facebook.com/fecasurf.

PARAFINA Mag #28 - Espírito de aventura.

Autor: SurfPE - por: Revista PARAFINA - 25/08/10 - 17:13.


Esse mês a PARAFINA te transporta para os line ups desertos do Norte do Canadá, te apresenta Swami Narasingha, um pioneiro surfista americano que trocou (surfando) o sonho americano pela busca espiritual na Índia, o trabalho de Rosa Angélia, artista cearense que retrata uma surf art com tempero nordestino e uma matéria onde ensina a ler as previsões de swell.

Sabe onde você acha isso? Só aqui! E ainda, tudo free!

Revista PARAFINA, essencial até para quem não pega onda!


"A oTiCa De Um ShApEr" - Pico Alto Cavernoso.

Autor: SurfPE - por: Ruclécio Lucena (Correspondente de Novas Tecnologias) - 25/08/10 - 10:19.



16 de agosto,ao chegar ao aeroporto do Recife lembrava da ansiedade durante a semana, era uma das maiores que já senti, pois monitorei a semana toda um swell que poderia chegar em Pico Alto, algo que nunca vira pessoalmente, apostava em 22 pés, e não me sentia preparado pois, devido ao aumento de encomendas de pranchas nos últimos tempos, não me dera tempo para uma preparação adequada, a adrenalina fazia parte de cada momento.

Ruclécio encarando Pico Alto Gigante - Perú - foto: Arq. pessoal

Embarcamos e,ao chegarmos em Lima, o primeiro estresse: nossa bagagem, mais precisamente a prancha de Gizele, parecia ter sido extraviada.

Após 2 horas prestando queixa no balcão da TAM, demos endereço e contatos de onde ficaríamos, e pasmem, as 22:00h horário local entregaram nossa prancha.No entanto, tínhamos um quiver em Luisfer Surfcamp de 3 pranchas que deixamos a três meses atrás o que nos tranqüilizava um pouco. Devido ao contratempo, não surfamos nesta data.

Ruclécio encarando Pico Alto Gigante - Perú - foto: Arq. pessoal


Dia seguinte fomos para Punta Rocas, com uma transformer 6’3’’, pois um paulista tinha nos dito que havia 4 a 5 pés no dia anterior. O mar quebrava 8 a 9 pés com uma formação linda , mais pesada como lhe é de costume.

Apesar disto fizemos boas sessions não registradas. No mesmo dia Luisfer perguntou se queria cair em Pico Alto, e com a afirmativa, fomos no dia seguinte, eu , seu filho Luisito e o mestre das grandes ondas, fizemos boas ondas com séries de 15 a 17 pés, como de costume Luisito, um jovem com espírito de guerreiro, desafiou as ondas com a leitura que herdara de seu pai, o mestre Luisfer que ,mesmo machucado, exaltava sua maestria em curvas explosivas e fechadas no lugar mais critico das maiores ondas.

Eu, em um momento sublime, conseguira entubar em uma onda que me parecia ter 17 pés; Luisito, que estava no canal, me disse: “ Ruclécio, he visto todo, si tuviese una camara... El tubo fue buenaso”. Sentir ter tirado sorte grande apesar da pouca experiência.

Ao anoitecer soube que haveria um campeonato de ondas gigante na remada em Pico Alto no dia seguinte.

Gizele, Billabong Pico Alto Invitacional 2010 - foto: Arq. Pessoal.

O Billabong Pico Alto Invitacional 2010, contou com a presença de Carlos Burle,Greg Long, Ramon Navarro e outros renome no cenário e nacionalidades como: USA, África do Sul, Hawaii, México entre tantos outros países. Nesta noite, o Luisfer disse:”O mar vai estar gigante, falam em 30 pes para amanhã, se formos as 5:45 da manhã faremos tow-in até as 9:00h quiser ir...” Mais uma vez confirmei ao amigo que estava ali para isto! Não consegui dormir a noite de tanta expectativa.

Billabong Pico Alto Invitacional 2010 - foto: Arq. Pessoal.

No dia seguinte vi ondas de 28 pés e foram registradas ondas minhas que acredito ter em torno de 22 pés, durante a competição o Carlos Burle afirmou ter pego uma onda de 30 pés na remada. Mais uma vez me impressionou a audácia de Luisito, assim como de Guilhermo, campeão do ultimo campeonato de tow-in em Ufos Point.

Porém nem tudo eram flores; em uma das minhas ondas tive o desprazer de conhecer o tão comentado quarto escuro de Pico Alto, passei muito tempo em baixo d’água e ao retornar não pude ser resgatado pois atrás veio uma onda que acredito ter 25 pés e só deu tempo para respirar o suficiente para não desmaiar.

Foi neste momento, onde conheci o tal quarto. Ao subir devido ao colete salva vidas que usamos nesta modalidade pois ajuda na subida de um caldo, vi o Mestre Luisfer e o campeão Guilhermo com olhos arregalados e gritando “estais bien, Ruclécio” enquanto seu filho Luisito me resgatava gritando “rápido Ruclécio, bora bora”.

Olhei para todos e os tranqüilizei–os dando um uivo e falando “ conheci o tal quarto!”, e todos voltaram a ter o semblante que deveriam. As imagens que fizemos serão lembranças impagáveis.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Maresia Cearense PRO - 2ª etapa, Betinho Rosa é o grande Campeão.

Autor: SurfPE - Por: George Noronha (Assessoria de Comunicação) - link fonte:
http://emfocosurf.com.br/01/index.php?option=com_content&view=article&id=4264:maresia-cearense-pro-2o-etapa&catid=50:cearense-pro-&Itemid=111


Cearense Betinho Rosa, campeão da categoria Profissional do MARESIA Cearense de Surf Profissional 2010 2ª etapa, na Praia do Futuro, em Fortaleza (CE).


Terminou nesse domingo a 2ª Etapa do Circuito MARESIA Cearense de Surf Profissional. Em ondas de 0,5m alguns dos melhores surfistas do Nordeste deram um verdadeiro show para quem compareceu à Praia do Futuro, ou acompanhou todas as emoções do Circuito Cearense de Surf pela internet.

Com dois atletas do Rio Grande do Norte e dois cearenses o equilíbrio e a presença dos visitantes marcou a principal bateria da competição.

E quem se deu melhor foi o atleta da Praia da Leste-Oeste Betinho Rosa. Ele passou quase toda a bateria final na segunda colocação, contudo, faltando pouco mais de um minuto para o término da bateria, conseguiu pegar uma onda que lhe assegurou a liderança e a vitória na 2ª Etapa do Cearense Pro de Surf 2010.

Em segundo ficou o atleta do Rio Grande do Norte John Max. Apesar de não ter ameaçado a liderança da bateria, conseguiu uma boa onda no final que garantiu-lhe o bom resultado. Em terceiro ficou o atleta da Leste-Oeste Itim Silva.

Ele liderou praticamente toda bateria, mas permitiu a virada de Betinho e a recuperação de John Max no finalzinho da bateria. Ítalo Ferreira (RN) não conseguiu mostrar o melhor de seu surf e terminou na quarta colocação.


A bateria final da categria Pro Junior mostrou bem como está a próxima geraçãos do surf profissional cearense e nordestino. O grande vencedor foi o atleta da Praia da Leste Oeste, Thomas Demétrio. Marcada por várias viradas, a bateria final da Pro Junior demonstrou que o nível dos atletas está muito próximo e que cada vez mais, as vitórias serão decididas nos detalhes da competição.

Ao vencer, Thomas tirou a vitória das mãos do potiguar John Max que liderou boa parte da segunda metade da bateria. Faltando menos de um minuto para terminar, Thominhas conseguiu a nota que precisava e virou a bateria sem dar chances para que o potiguar ou os outros adversários esboçassem qualquer tipo de reação.

Dessa forma, John Max (RN) teve de se contentar com a segunda colocação, um resultado que também não é nada mal. Em terceiro ficou o local da Praia da Abreulândia, Adriano Santos e completando o pódio tivemos o atleta da Praia do Futuro, Michael Rodrigues.

As baixas ficaram por conta das apresentações de Edvan Silva, que perdeu na sua bateria de estreia, prejudicado por uma lesão que, segundo ele, está limitando bastante seus movimentos e também pela atuação de Isaías Silva, que também deu adeus precocemente ao evento. Apesar do desempenho, Isaías continua liderando o circuito e Edvan caiu apenas da segunda para a terceira colocação.

Com o término da sua segunda etapa, o MARESIA Cearense de Surf Pro 2010 mostra mais uma vez a força e importância deste circuito para a renovação e consolidação do surf profissional cearense que atualmente ostenta o título de ser o atual campeão brasileiro.

A boa premiação e o alto nível dos atletas participantes configuram a fórmula que tem garantido o contínuo desenvolvimento do surf cearense que já prepara as próximas gerações para brilharem pelo Brasil e pelo mundo.

Com os resultados, pudemos observar uma nova leva de atletas de alto rendimento praticamente pronta para encarar qualquer desafio a nível nacional e uma outra se preparando para dar continuidade à vitoriosa história do surf cearense.

Agora, o Circuito MARESIA Cearense de Surf Profissional irá para a paradisíaca Praia da Taíba em data ainda a ser confirmada. Compareça e prestigie o surf cearense, o melhor do Brasil.

RESULTADOS:

podio, categoria Profissional do Circuito MARESIA Cearense de Surf Profissional 2010, na Praia do Futuro, em Fortaleza (CE).

PROFISSIONAL
1º Betinho Rosa
2º John Max (RN)
3º Itim Silva
4º Ítalo Ferreira (RN)


PRO JUNIOR:
1º Thomas Demétrio
2º John Max(RN)
3º Adriano Santos
4º Michael Rodrigues

RANKING APÓS DUAS ETAPAS:

PROFISSIONAL:
1º Isaías Silva - 1450 pts.
2º Daniel Bezerra - 1280 pts.
3º Edvan Silva - 1260 pts.
4º Erbeliel Andrade(PB) - 1230 pts.
5º Alan Jones(RN) - 1010 pts.

PRO JUNIOR:
1º Artur Silva - 1656 pts.
2º John Max - 1556 pts.
3º Adriano Santos - 1539 pts.
4º Diego Mendes - 1330 pts.
5º Thomas Demétrio - 1282 pts.

A 2ª Etapa do MARESIA Cearense de Surf Profissional 2010 foi apresentada por TENT BEACH Surf Shop e Prefeitura Municipal de Fortaleza (através da Secretaria de Esporte e Lazer) e contou com o Patrocínio Exclusivo de MARESIA. Apoio: Reggae Clube, TECCEL, Pranchas FREE SESSION e OVERBOARD. Divulgação: WAVES e Revista FLUIR. Realização: Top 16 Promoções e Federação Cearense de Surf - FCS.

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Pena Pernambuco International Longboard Classic - Halley Batista é o campeão em Pernambuco.

Autor: SurfPE - por: João Carvalho - 24/08/10 - 13:38 - link fonte:
http://www.emfocosurf.com.br/01/index.php?option=com_content&view=article&id=4265:international-longboard-classic&catid=103:longboard&Itemid=212

Pódio do Pena Pernambuco International Longboard Classic na Baía de Maracaípe, em Ipojuca (PE). Foto: DIEGO FREIRE (ASP SOUTH AMERICA)


O Pena Pernambuco International Longboard Classic terminou com festa da torcida local da Baía de Maracaípe, pela surpreendente vitória de Halley Batista em casa em Ipojuca, no litoral sul de Pernambuco. No domingo de chuva e boas ondas de 3-4 pés de altura, ele primeiro despachou o campeão brasileiro Carlos Bahia, depois carimbou a faixa do recém-coroado campeão sul-americano de 2010, Rodrigo Sphaier, com o vice-campeão, Jefson Silva, sendo a última vítima na bateria que decidiu o título da etapa final do ASP South America Longboard Series 2010 em Pernambuco.

“É mais um presente de Deus na minha vida”, foram as primeiras palavras de Halley Batista, quando chegou ao pódio após ser carregado pela torcida e pela família. “Primeiro quero agradecer a torcida de todos aqui em Maraca, que me empurrou para a vitória em todas as baterias e estou muito feliz. Não esperava vencer o campeonato, ainda mais com todas essas feras que são especialistas no pranchão. Acho que era o meu dia, as coisas aconteceram pra mim, obrigado Senhor!”.

Halley Batista já era conhecido como o “Rei de Maracaípe”, mas por vitórias em pranchinhas, sua especialidade, inclusive é um dos atletas da divisão de elite do surfe brasileiro. Sua família tem escolinha de surfe em Maracaípe e ele sempre pegou ondas de pranchão também, mas nunca havia feito final no longboard, ainda mais num evento mundial como o Pena Pernambuco International.

“Foi um dia especial pra mim, as ondas vieram nas baterias e fui mostrando o que sei fazer, mas a final foi incrível. Eu sabia que o Jeje (Jefson Silva), a qualquer momento poderia pegar uma onda e virar o resultado, ele surfa muito, mas Maracaípe estava do meu lado e ele não achou ondas boas pra isso. Eu consegui manter a calma e jogar com a prioridade pra anular o potencial dele. Eu nem sei expressar o sentimento por ter vencido, o título ficou em casa, uuuhhhuuuu.”, esbravejou.

Pareceu mesmo que Netuno e todos os santos estavam torcendo para Halley Batista. Jefson Silva tinha acabado de receber a maior nota do Pena Pernambuco International Longboard 2010, 9,5 contra o paulista Jaime Viúdes na semifinal. Era o recordista absoluto do campeonato, dono das melhores apresentações em Ipojuca, mas justamente na final as ondas sumiram para ele. O rei dos hang tens e hang fives acabou superado pelas batidas, cutbacks, rasgadas, de Halley Batista, que também fez bem as manobras mais clássicas do longboard para derrotar seus adversários.

“Eu não me achei na bateria”, lamentou Jefson Silva. “O Halley, por ser local daqui, conhece o pico como ninguém e pegou as melhores ondas que entraram na final. Mas estou feliz também por ele, que é um guerreiro como todos nós, está aí mostrando que pega bem também no longboard e mereceu o título. Claro que eu queria a vitória, mas saio feliz também porque meu grande objetivo eu já tinha garantido ontem (sábado), que era a classificação para o Circuito Mundial de Longboard”.

Ele e o campeão sul-americano Rodrigo Sphaier vão representar o Brasil no ASP WLT (World Longboard Tour) de 2011. O surfista de Saquarema também não achou as ondas na semifinal contra Halley Batista. Sphaier até tirou a maior nota da bateria (8,17), mas nas duas computadas o local de Maracaípe levou a melhor com o 7,17 e 7,67 que somou no placar de 14,84 x 12,84 pontos.

“Foi boa a bateria, ele achou mais ondas boas do que eu, só peguei uma mesmo, mas tudo bem. Foi bom o resultado pra mim, estou feliz porque nas três etapas subi no pódio, ganhei no Peru e fiquei em terceiro na Bahia e aqui, foi bom”, disse Rodrigo Sphaier, que dividiu a terceira colocação no pódio com o paulista Jaime Viúdes, derrotado pela nota 9,5 de Jefson Silva na outra semifinal.

SEIS FINAIS – Além de Halley Batista, outro local de Maracaípe festejou vitória no domingo do Pena Pernambuco International Longboard Classic. Foi Reginaldo Nascimento na Amador Adulto, uma das cinco categorias realizadas junto com a etapa final do sul-americano profissional em Ipojuca. Os outros campeões foram a paranaense Fernanda Daichtm na final da Feminina Profissional contra a bicampeã brasileira Mainá Thompson, o capixaba Felipe Lacerda ganhou a Amador Junior, Marcelo Bibita, do Ceará, venceu a Amador Legend e o carioca Fontenelle Roberto levou a Amador Master.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE LONGBOARD – A Associação Brasileira de Longboard (ABRALB) foi fundada semana passada na Bahia e a primeira eleição aconteceu durante o Pena Pernambuco International Longboard Classic. Os próprios atletas participaram da votação com chapa única de consenso, sendo eleitos Geraldo Cavalcanti como presidente e Picuruta Salazar de vice-presidente.

O Pena Pernambuco International Longboard Classic foi patrocinado pela marca Pena, pelo Governo do Estado de Pernambuco, através da EMPETUR da Secretaria de Esporte e Turismo, Prefeitura Municipal de Ipojuca, através da Secretaria de Turismo, e Power Balance. Apoio: Rádio Transamérica, Blocos Teccel, Pousada Maraca Beach, Pousada Maracaipe, Pousada dos Coqueiros e Bar do Marcão, com cobertura oficial do Canal Woohoo, da ESPN Brasil e dos sites Waves, Surf Guru, Ceará Surf, Surf Bahia, Ondulação e Blog PE.

FINAL DO PENA PERNAMBUCO INTERNATIONAL LONGBOARD CLASSIC:
Campeão: Halley Batista (BRA-PE) com 14,60 pontos – US$ 3.000 e 1.000 pontos
Vice-campeão: Jefson Silva (BRA-SP) com 10,60 pontos – US$ 2.000 e 860 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar – US$ 1.000 e 730 pontos:
1.a: Jefson Silva (BRA-SP) 15.70 x 11.34 Jaime Viúdes (BRA-SP)
2.a: Halley Batista (BRA-PE) 14.84 x 12.84 Rodrigo Sphaier (BRA-RJ)

QUARTAS-DE-FINAL – 5.o lugar – US$ 700 e 610 pontos:
1.a: Jefson Silva (BRA) 16.00 x 9.84 Phil Rajzman (BRA)
2.a: Jaime Viudes (BRA) 11.27 x 8.80 Jeremias da Silva (BRA)
3.a: Halley Batista (BRA) 13.76 x 8.10 Carlos Bahia (BRA)
4.a: Rodrigo Sphaier (BRA) 14.50 x 12.66 Roger Barros (BRA)

RANKING FINAL DO SUL-AMERICANO DA ASP SOUTH AMERICA – 3 etapas:
01: Rodrigo Sphaier (BRA) – 5.055 pontos
02: Jefson Silva (BRA) – 4.610
03: Roger Barros (BRA) – 3.660
04: Leco Salazar (BRA) – 3.575
05: Jaime Viúdes (BRA) – 3.505
06: Matheus S. Cunha (BRA) – 3.350
07: Picuruta Salazar (BRA) – 3.325
08: Carlos Bahia (BRA) – 3.135
09: André Luiz Deca (BRA) – 3.025
10: Rodrigo de Souza (BRA) – 2.970
25: Halley Batista (BRA) – 2.000

FINAL FEMININA PROFISSIONAL:

Campeã: Fernanda Daichtm (PR) – 10,33 pontos
Vice-campeã: Mainá Thompson (RJ) – 3,07

FINAL AMADOR JUNIOR:
Campeão: Felipe Lacerda (ES) – 11,43 pontos
Vice-campeão: Gabriel Vitorino (SC) – 9,50
3.o colocado: Gabriel Farias (PE) – 6,83
4.o colocado: Igor Capitol (BA) – 4,63

FINAL AMADOR ADULTO:
Campeão: Reginaldo Nascimento (PE) – 12,83 pontos
Vice-campeão: Robson Fraga (SE) – 8,13
3.o colocado: Geraldo Lemos (RJ) – 2,36
4.o colocado: Jonas Lima (SP) – 0,00

FINAL AMADOR MASTER:
Campeão: Fontenelle Roberto (RJ) – 10,97 pontos
Vice-campeão: Leo Macedo (RN) – 10,33
3.o colocado: Paulo Giachetti (SP) – 7,60
4.o colocado: Nascimento (PE) – 3,07

FINAL AMADOR LEGEND:
Campeão: Marcelo Bibita (CE) – 10,50 pontos
Vice-campeão: Alan Gambra (RJ) – 8,90
3.o colocado: Ray Farias (PE) – 4,73
4.o colocado: Linho Neto (PB) – 4,34
5.o colocado: Carlos Pereira (SP) – 3,34

Lacanau Pro - Guigui bate Alejo na final.

Autor: SurfPE - Por Redação Waves - 24/08/10 13:20 - link fonte:
http://waves.terra.com.br/surf/noticia//guigui-bate-alejo-na-final/42887


Wiggolly Dantas é campeão do Sooruz Lacanau Pro na França. Foto: Aquashot / Aspeurope.com.

Em mais um dia de show dos brasileiros, o paulista Wiggolly Dantas ergueu a taça do Sooruz Lacanau Pro ao derrotar o catarinense Alejo Muniz na final da etapa de nível 6 estrelas do WQS.

Clique aqui para ver as fotos

Em ondas de meio metro, Guigui investiu nas batidas de backside para somar 7.83 e 6.40 na final contra o companheiro de equipe.

Já Alejo descolou 5.93 numa esquerda e 6.77 numa direita finalizada com um belo aéreo.

Pela vitória, o paulista de Ubatuba embolsa US$ 20 mil e soma 3000 pontos no ranking, enquanto Alejo fatura US$ 10 mil e soma 2250 pontos.

Alejo Muniz fica com o vice. Foto: Aquashot / Aspeurope.com.

Quem também subiu ao pódio foi o carioca Pedro Henrique, derrotado por Alejo na primeira semifinal pelo placar de 15.16 a 12.00 pontos. Na outra semi, Guigui despachou o neozelandês Richard Christie por 13.16 a 11.27.

Nas quartas, Alejo tirou Miguel Pupo numa disputa acirrada que terminou com o placar de 14.33 a 12.73 pontos. Em seguida, Pedro Henrique venceu o francês Marc Lacomare por 13.77 a 13.00 pontos.

No terceiro duelo, Richard Christie bateu o aussie Jayke Sharp por 12.70 a 11.84. E na última bateria, Wiggolly Dantas levou a melhor sobre Alex Ribeiro por 11.50 a 8.34.

Pedro Henrique descola terceiro lugar. Foto: Aquashot / Aspeurope.com.

Resultado do Sooruz Lacanau Pro 2010

1 Wiggolly Dantas (Bra)
2 Alejo Nuniz (Bra)

3 Richard Christie (Nzl)
3 Pedro Henrique (Bra)
5 Alex Ribeiro (Bra)
5 Miguel Pupo (Bra)
5 Marc Lacomare (Bra)

5 Jayke Sharp (Aus)

9 Heitor Alves (Bra)
9 Gabriel Medina (Bra)
9 Messias Félix (Bra)
9 Raoni Monteiro (Bra)
17 Willian Cardoso (Bra)

Mateus Sena brilha no WQSurf da Oakley no RJ.

Autor: SurfPE - Por Fernanda Zauli - 24/08/10 - 13:13.

Mateus Sena no WQSurf, Circuito sub 14 da Oakley, do Rio de Janeiro - foto: Divulgação.


O pequeno Mateus Sena volta para casa com o terceiro lugar na categoria pré-
petiz no WQSurf, Circuito sub 14 da Oakley, do Rio de Janeiro.

Mateus Sena no WQSurf, Circuito sub 14 da Oakley, do Rio de Janeiro - foto: Divulgação.

Apesar da dificuldade em surfar nas águas geladas de Arraial do Cabo, Mateus deu o melhor de si e demonstrou personalidade no primeiro campeonato em que participou fora do Nordeste.

Mateus Sena no WQSurf, Circuito sub 14 da Oakley, do Rio de Janeiro - foto: Divulgação.


"Eu queria muito o primeiro lugar, mas o terceiro já valeu", disse.

A natureza do lugar é um show a parte. Pinguins, tartarugas, gaivotas e as
águas cristalinas da praia fazem de Arraial do Cabo um verdadeiro
paraíso.

Mateus Sena no WQSurf, Circuito sub 14 da Oakley, do Rio de Janeiro - foto: Divulgação.


"Aqui é muito lindo, tem até pinguim, o único problema mesmo é a água, é muito gelada, quase insuportável", disse o pequeno Mateus que mais uma vez enfrentou o desafio e não decepcionou.

Mateus Sena no WQSurf, Circuito sub 14 da Oakley, do Rio de Janeiro - foto: Divulgação.

Mateus foi para o Rio de Janeiro com o patrocínio da Rip Curl e do Governo do
Estado do Rio Grande do Norte.

Inscrições para a 3ª etapa do Tent Beach Local Motion SP Contest 2010 terminam quinta-feira.

Autor: SurfPE - por: Roberto Pierantoni - MTb.: 18.194 - 24/08/10 - 13:06.

Seletiva regional do Grande ABC acontece sábado em domingo, na Praia Grande, em Ubatuba

São Paulo (SP) - As inscrições para a terceira etapa do Tent Beach Local Motion SP Contest 2010, circuito aberto para surfistas de São Paulo (SP) e também do Grande ABC, terminam na próxima quinta-feira, dia 26 de agosto. A disputa, que acontece sábado e domingo, na Praia Grande, em Ubatuba (SP), é destinada aos surfistas moradores nas cidades do ABC e também para os de outras regiões da Capital.

Os competidores residentes no ABC podem se inscrever nas categorias Open Regional (32 vagas), Longboard Regional (16), Máster Regional (8 vagas para nascidos em ou antes 1974). Os atletas das demais regiões competirão na Open SP Trials (32 vagas) e Longboard SP Trials (16).

A taxa de participação é de R$ 70,00, com direito a uma camiseta oficial do evento. A inscrição para esta terceira etapa deve ser feita em cinco lojas da Tent Beach (Mega Store, West Plaza, Center Norte, Shopping Santa Cruz, Shoping Tatuapé) e na fábrica de pranchas Glasser Future Surfboards, no bairro de Santana.

"Em todos os pontos de inscrição, o interessado encontrará um manual com as informações necessárias para facilitar a vida dos competidores, como regulamento, locais de disputas e premiação de cada etapa e do circuito", avisou Eduardo do Nascimento Santos, o Dadá, presidente de honra da Associação de Surf da Grande São Paulo (Asgsp), entidade responsável pela organização do circuito.

O Circuito Tent Beach Local Motion SP Contest 2010 tem o patrocínio da Tent Beach e da Local Motion. Os apoiadores são Freeday, BHS, Glasser Future Surfboards, OZ Quilhas, Jovem Pan On Line, deputado federal William Woo, Governo do Estado de São Paulo, Secretaria do Esporte, Lazer e Turismo, V10 Impressão Digital, Mag Modelo Artes Gráficas e Sea Shepherd Guardiões do Mar.

A divulgação oficial da competição é dos sites Waves.Terra e Jovem Pan On Line. A organização é da Event Tools Promoções e Eventos Ltda, a realização da Associação de Surf da Grande São Paulo e Federação Paulista de Surf. A Primeira Etapa tem apoio da Prefeitura Municipal de São Sebastião, da Associação de Surf de São Sebastião e Associação de Surf de Maresias.

Mais informações no telefone (11) 9527.7280 ou pelo email eventtools@hotmail.com

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Pena Longboard Classic - Pranchões sentem o peso.

Autor: SurfPE - Por: João Carvalho - 19/08/10 15:27 - link fonte:
http://waves.terra.com.br/surf/noticia//pranchoes-sentem-o-peso/42845


Carlos Bahia treina nas ondas afiadas de Maracaípe. Foto: Diego Freire / ASP South America.


Muitos atletas enfrentaram o mar difícil desta quinta-feira (19/8) em Ipojuca (PE) para aproveitar o último dia de treinos livres para o Pena Pernambuco International Longboard Classic.


As ondas ainda não subiram como o previsto e cerca de dez pranchões já foram quebrados no inside da Baía de Maracaípe.

Um deles foi do carioca André Luiz Deca, atual campeão sul-americano e defensor do título da etapa que fecha o ASP South America Longboard Series 2010 neste final de semana no litoral Sul de Pernambuco.

Também em Ipojuca serão definidos os dois classificados que disputam o título mundial de 2011 no ASP World Longboard Tour (WLT), vagas que no momento estão com o líder do ranking, Rodrigo Sphaier, de Saquarema (RJ), e o vice-líder, Jefson Silva, de São Sebastião (SP).

Dos dois, só Jefson Silva treinou na manhã da quinta-feira em Maracaípe. Quem também ficou um bom tempo no mar foi outro atleta de São Sebastião, Carlos Bahia, campeão brasileiro profissional de longboard em 2007.

No mesmo ano Bahia ainda foi terceiro do mundo, quando o carioca Phil Rajzman conquistou o título mundial na França. Bahia falou sobre a condição do mar, com as ondas fechando rapidamente na beira e quebrando vários pranchões em Ipojuca.

“Na verdade, guardei a prancha mágica até hoje. A maré encheu bastante e decidi que era hora de colocar ela no mar, mas sinceramente sem arriscar nada. Na real, foi péssimo o treino”, lamenta Carlos Bahia.

“A previsão falou que o mar ia subir, mas até agora nada, então é preciso se adaptar a condição. Se ficar assim vai ser mais aquele surfe de rabeta, tentando só completar as manobras. Acho que vai dar pra fazer duas manobras no máximo por onda e aquele que fizer três certamente vai ganhar nota alta. Mesmo assim, com muito cuidado pra não quebrar a prancha”, diz o atleta.

Cerca de dez pranchões já foram partidos ao meio no inside afiado da Baía de Maracaípe até a manhã da quinta-feira. O quebra coco não perdoou nem o defensor do título do Pena Pernambuco International Longboard Classic, André Luiz Deca, nem a atual campeã brasileira profissional de Longboard, Aline Chaves, assim como o paulista Paulo Giachetti, entre outros.

“Aqui não tem perdão, deu um molezinho e já era”, explica Paulo Giachetti. “É complicado, mas já vou buscar a prancha reserva para dar mais uma treinada. Aqui você tem que tentar pegar a onda mais abrindo possível, o que não está acontecendo hoje (quinta-feira), aí jogar no bico e buscar fazer uma junção. Acho que é a única solução nesse tipo de mar, tem que ser rápido nas manobras”, finaliza.

Paulo Giachetti entra para a turma que teve os pranchões quebrados na Baía de Maracaípe. Foto: Diego Freire / ASP South America.


A batalha pelas melhores ondas começa nesta sexta-feira, com o confronto de gerações sendo a grande atração do Pena Pernambuco International Longboard Classic em Ipojuca.

Teve atleta que preferiu ficar só na areia, acompanhando as mudanças do mar e assistindo aos treinos de quem escolheu colocar os pranchões na água durante a manhã de ondas fechando em Maracaípe. Dois brasileiros de destaque internacional foram alguns que decidiram aguardar melhores condições.

O carioca Phil Rajzman tem só 28 anos e é o único brasileiro que já faturou o título mundial, em 2007 na França. Ele comentou sobre essa troca de guarda no longboard nacional.

“Isso é ótimo, pois prova que o longboard no Brasil continua revelando valores para dar continuidade na boa representatividade que conseguimos no cenário internacional. O nível que eles vêm competindo comprova isso e só quem ganha é o longboard brasileiro”, diz Phil Rajzman.

O santista Jaime Viúdes, 35, é mais experiente e já representou o Brasil muitas vezes no Circuito Mundial. Ele revelou que ele e o Phil treinaram de manhã na quarta-feira e preferiram só fazer outra sessão na tarde da quinta-feira. Viúdes falou sobre as condições do mar em Maracaípe. “A característica daqui é essa mesmo, quebra-coco na beira, mas ainda assim dá pra combinar as manobras clássicas com as mais modernas, porém tem que ser rápido senão dança”, analisa Viúdes.

Ele também fala sobre a nova geração que vem forte neste ano, encabeçando o atual ranking sul-americano. “Pois é, quando pensamos que estávamos ficando livres do Picuruta, Amaro (Matos), que são mais das antigas, já vem essa molecada detonando.

Mas, a gente continua ali no meio disso tudo, mostrando nível para continuar brigando contra os da velha guarda e a rapaziada da nova geração aí que está vindo com tudo. Bom para o Brasil isso”, encerra Jaime Viúdes.

O Pena Pernambuco International Longboard Classic tem patrocínio da marca Pena, Governo do Estado de Pernambuco, por meio da Empetur da Secretaria de Esporte e Turismo, da Prefeitura Municipal de Ipojuca, por meio da Secretaria de Turismo, e Power Balance. Apoio: Rádio Transamérica, Blocos Teccel, Pousada Maraca Beach, Pousada Maracaipe, Pousada dos Coqueiros e Bar do Marcão. Cobertura: Woohoo, ESPN Brasil, Waves, SurfGuru, CearáSurf, SurfBahia, Ondulação e Blog PE.

Ranking da ASP South America depois de duas etapas:

1 Rodrigo Sphaier (Bra) – 4.325 pontos
2 Jefson Silva (Bra) – 3.750
3 Leco Salazar (Bra) – 3.075
4 Roger Barros (Bra) – 3.050
5 Matheus S. Cunha (Bra) – 2.950
6 Picuruta Salazar (Bra) – 2.825
7 Jaime Viúdes (Bra) – 2.775
8 Rodrigo de Souza (Bra) – 2.650
9 André Luiz Deca (Bra) – 2.525
9 Carlos Bahia (Bra) – 2.525
9 Adriano Lima (Bra) – 2.525