quinta-feira, 30 de junho de 2011

Surfista atacado por tubarão reage bem à cirurgia, mas não tem previsão de alta.


Autor: SurfPE - por: Redação do pe360graus.com - 30/06/11 - 18:42 - link fonte:

Buraco da Velha, pico aonde Marlisson foi atacado - foto: Reprodução / TV Globo

O estudante e surfista Marlisson Danilo Lima dos Santos, de 21 anos, atacado por um tubarão na praia do Pina, reagiu bem à cirurgia feita no começo da tarde da última quarta-feira (29). Tanto que, na manhã desta quinta-feira (30), ele foi transferido da sala de recuperação para uma enfermaria do Hospital da Restauração.

Em uma avaliação feita nesta quinta, os médicos encontraram o paciente sem febre e consciente. Como os ferimentos estavam com aspectos considerados bons, eles fizeram curativos. Ainda não está descartado o risco de infecção, por isso o rapaz segue internado e não tem previsão de alta.

SISTEMA DE MONITORAMENTO
Apenas respeitando a proibição de nadar ou surfar em áreas de risco, é possível evitar ataques de tubarão. O apelo é do Comitê de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit) em Pernambuco. De acordo com o presidente do Cemit, Fábio Hazin, o sistema criado em Pernambuco é um dos melhores do mundo.

Fábio Hazin, presidente do CEMIT - foto: Reprodução / TV Globo

“Temos um trabalho de educação ambiental que é um exemplo para o mundo, um esforço de vigilância e fiscalização permanente e um trabalho de pesquisa e monitoramento também com tecnologia de ponta e sem nenhum equivalente no mundo inteiro e um esforço grande também de recuperação do ecossistema no mundo. Agora não há programa no mundo que consiga resolver o problema de ataque de tubarão se não houver uma participação da população no respeito às precauções que devem ser observadas para evitar esse tipo de incidente, principalmente no respeito à lei de não praticar atividades como surf e body-boarding em trechos no qual esse tipo de atividade está proibida em razão do enorme potencial de risco que elas ensejam”, afirma Fábio Hazin.

Ele também explica porque algumas pessoas dizem que faz dois anos e outras falam que faz três anos desde o último ataque de tubarão no Estado. “Na verdade, nós tivemos um incidente em setembro de 2009 que esteve associado ao processo de afogamento. Houve um afogamento e, quando a vítima ainda apresentava sinais vitais, ela sofreu uma mordida. Se nós considerarmos, portanto, esse ataque, nós teremos perto de dois anos [sem ataques]. Se nós considerarmos os ataques que não estejam associados a um afogamento prévio, então nós teremos em torno de três anos”, diz.

O presidente do Cemit reforça a orientação à população. “[Deve-se] evitar entrar em trechos de mar abertos, sem a proteção dos arrecifes; evitar avançar em áreas muito profundas; evitar o banho de mar particularmente em períodos de lua nova e lua cheia, quando esse risco é potencializado; e evitar também entrar no mar se estiver alcoolizado”, afirma.

BOMBEIROS
Os moradores de Brasília Teimosa disseram, na última quarta-feira, que os Bombeiros chegaram à comunidade mais de uma hora depois do ataque do tubarão ao surfista. O Corpo de Bombeiros enviou uma nota oficial explicando que uma ambulância foi enviada para atender o rapaz, mas, no caminho, recebeu a informação de que ele já havia sido levado para o hospital por um taxista.

Em seguida, uma equipe de técnicos dos Bombeiros foi ao local para levantar informações sobre o caso e constataram que duas das quatro placas de alerta instaladas onde aconteceu o ataque tinham sido arrancadas por vândalos. Os Bombeiros vão recolocar essas placas e recuperar outras que existem em toda orla.

Bodyboard de Marlisson - foto: Reprodução / TV Globo


ENTENDA O CASO
O ataque aconteceu num local conhecido como Buraco da Velha, na praia do Pina. Eram 10h quando um grupo de rapazes aproveitou que a maré estava enchendo para surfar com pranchas de bodyboard (foto 5), num trecho que tem alto risco de ataque de tubarão.

Marlisson dos Santos teve a perna direita quase arrancada e foi levado, por um taxista, para o Hospital da Restauração.

A maré enchendo e o tempo chuvoso são, segundo os especialistas, dois dos elementos que favorecem o ataque de tubarões. Com o registro desta quarta-feira, sobe para 54 o número de ataques de tubarão no litoral de Pernambuco, que vêm sendo contados desde junho de 1992. Fazia três anos que não havia ataques na orla pernambucana.


Brasil Tour - Confira vídeo das finais.

Autor: SurfPE - Por Lucas Conejero - 30/06/11 - 16:54 - link fonte:

Pódio do Brasil Tour 2011 - foto: Rick Werneck.

Com direito a nota dez unânime na bateria final, Filipe Toledo, 16, sagrou-se campeão da etapa de abertura do Brasil Tour 2011, encerrada no começo da tarde deste domingo na praia de Pintagueiras, Guarujá (SP).

Clique aqui para ver a reportagem completa

Em seu primeiro evento como profissional, o ubatubense deu dura em vários tops do circuito nacional. No confronto decisivo, surfou como gente grande e derrotou o pernambucano Luel Felipe de maneira incontestável.

Confiram vídeo:


Pena Bahia International Longboard Classic - Tudo pronto em Itacimirim.

Autor: SurfPE - por: Jocildo Andrade / Comunicando Surf – Assessoria de Comunicação / comunicandosurf@gmail.com - 30/06/11 - 16:27.

Cartaz do evento - foto: reprodução.

A arena para o Pena Bahia International Longboard Classic que terá início nesta sexta-feira, 01, já está pronta em Itacimirim, Camaçari (BA). A prova que reunirá os melhores surfistas dos pranchões é válida como primeira do Circuito Brasileiro de Longboard Profissional.

Reginaldo Nascimento, é Pernambuco no circuito Brasileiro de LongBoard - foto: Jocildo Andrade.

Muitos atletas já estão no pico treinando forte para a competição que oferece a maior premiação já vista em campeonatos de Longboard, 52 mil reais. Sendo 45 mil para o masculino e R$ 7.500,00 para o feminino.

As ondas em Itacimirim apresentam boa formação e tamanho que vai de 0,5 a 1,0 metro proporcionando aos competidores condições favoráveis tanto para as manobras clássicas, como as mais modernas.

Roger Barros (RJ) e o sergipano Robson Fraga foram um dos primeiros a chegar ao litoral baiano para se prepararem para a etapa inaugural do Pena Longboard International Classic, que no próximo final de semana parte para a Praia do Cupe em Pernambuco.

Reginaldo Nascimento, Dionísio Santos, Amaro Matos, Adriano Lima, Rodrigo Toppo, Rafael Cavalcanti, entre outros também fizeram o treino nesta manhã de quinta-feira para esquentarem as turbinas dos seus pranchões.

Geraldo Cavalcanti, presidente da ABL, diz que as expectativas para o evento que inaugura as atividades da associação são as melhores possíveis. Ressalta a grande importância do Governo do Estado da Bahia, representado pela Secretaria de Esportes da Bahia que há três anos vem dando total apoio e todo o suporte necessário para a realização dos eventos em Salvador.

O surf entre os pranchões está muito bem representado pelos atletas baianos. Carlos Bahia e Rogério Vasconcelos são alguns dos nomes de destaque, que com certeza vão dar show nas ondas de Itacimirim a partir de amanhã no Pena Bahia International Longboard Classic.

As etapas de Itacimirim e Cupe serão transmitidas ao vivo pelo site www.pena.com.br.

Informações:
1ª Etapa do Circuito ABL 2011
Pena Bahia International Longboard Classic
Local: Praia de Itacimirim – Camaçari – BA
Data: 01,02 e 03 de julho
Premiação:
Pro Masculino: R$ 45.000,00 (equivalente a U$ 30.000)
Pro Feminino: R$ 7.500,00
Categoria Junior - blocos, kits e troféus
Categoria Adulto - prancha, bloco, kits e troféus
Categoria Master - prancha, bloco, kits e troféus
Categoria Super Máster - blocos, kits e troféus
Valor das inscrições:
Pro Masculino: R$ 160,00
Pro Feminino: R$ 110,00
Categorias amadoras: R$ 90,00
Valor das filiações anuais:
Pro Masculino: R$ 200,00
Pro Feminino: R$ 100,00
Categorias amadoras: R$ 70,00

2ª Etapa do Circuito ABL 2011
Pena Pernambuco International Longboard Classic
Local: Praia do Cupe – Ipojuca - Pernambuco
Data: 8,9 e 10 de julho
Premiação:
Pro Masculino: R$ 25.000,00 (equivalente a U$ 16.000,00)
Pro Feminino: R$ 5.000,00
Categorias Amadoras: Idem ao evento da Bahia (1ª Etapa)
Valor das Inscrições:
Pro Masculino: R$ 135,00
Pro Feminino: R$ 100,00
Categorias Amadoras: R$ 90,00

3ª Etapa do Circuito ABL 2011
Petrobras Long Board Classic
Local: Praia de Ipitanga – Lauro de Freitas – Bahia
Data: 22, 23 e 24 de Julho
Premiação:
Pro Masculino: R$ 20.000,00
Categorias Amadoras: pranchas, blocos, kits e troféus
Valor das inscrições:
Pro Masculino: R$ 130,00
Categorias Amadoras: R$ 90,00
As inscrições da 1ª e 2ª etapa deverão ser feitas na conta da ANS - Associação Nordestina de Surf.

Dados da conta:
Banco do Brasil – AG – 2138-5 – conta corrente- 25693-5

Maiores informações: ANS (081) 3463-1963/4141-5837/9282-5177/9700-2041 ou pelo e-mail ansgeraldinho@hotmail.com/ anssurf@hotmail.com

O Pena Bahia International Longboard Classic tem o patrocínio da marca cearense Pena, Prefeitura de Camaçari, Secretaria de Turismo da Bahia, Power Balance, Aleluia, Teccel, divulgação dos canais ESPN e Woohoo, sites cearasurf, surfbahia e Waves, revista Fluir e rádio Transamérica FM. Realização Associação Brasileira de Longboard – ABL, Associação Nordestina de Surf – ANS e Federação baiana de surf – Fbsurf.

HAND SURF - A ARTE DE DESLIZAR AS ONDAS PELO SIMPLES PRAZER DE ENCONTRAR A PAZ ESPIRITUAL.

Autor: SurfPE - por: Salvador Durand - 30/06/11 - 12:40.

Sivory, botando pra dentro em Noronha - foto: Divulgação.

O Hand surf, foi criado em Maceió – Alagoas em meados dos anos 80, quando foi desenvolvida uma pranchinha feita do mesmo material que são fabricadas as pranchas de surf, na época se pegava onda de surf de peito (Body Surf|), com acrílico e ou madeiriti, em alagoas os grandes adeptos do esporte se concentravam na praia da Jatiuca, e como em outros esportes em que se pega onda, sempre existe o espírito aventureiro por parte de alguns, e isso foi o que transformou o surf de peito em Hand Surf, no ano de 1982/83 um pequeno grupo de praticantes do esporte com seus 12/14 anos resolveram adaptar algumas manobras do surf e principalmente as do Bodyboard e trazelas para o Hand Surf, espelhados nos grandes nomes do surf mundial e do Boryboard Nacional, essa turminha tornou o esporte mais dinâmico e ousado.

Equipamentos necessários para o Hand Surf - foto: Divulgação.

Hoje o esporte vem crescendo no Brasil devido a aceitação das pranchinhas chamadas de Palmar, e também por alguns adeptos do esporte investirem esforços em tentar divulgar essa modalidade pelo Brasil, no ano de 2000 o handsurf foi para o sul do Pais onde foi fabricado alguns modelos de pranchinhas e hoje esta sendo bem divulgado em Florianópolis pelo Correa Bastos, que envia pranchinhas e divulga o esporte em varias partes do Pais, em Maceió o esporte tem vários adeptos, alguns eventos amadores são realizados, é sempre bom lembrar que no Brasil ser atleta é bem complicado.

Leo - Noronha - foto: Divulgação.

No entanto ano que vem esta programado um evento a nível Brasileiro e Internacional da Modalidade, tanto Hand Surf quanto o puro Body Surfing, o evento esta previsto para Fernando de Noronha (data a confirmar), onde já aconteceu em 2006 e 2011, alguns lugares do planeta acontece eventos dessas modalidades no Hawaii já acontece o famoso Body Surfing Pipeline Classic, só que o Hand Surf é excluído, onde lendas vivas do surf e body board tem presença marcada e nosso Pais é bem representado por lá. No Chile e California também acontecem eventos todos os anos.

Bel - Noronha - foto: Divulgação.

Quem sabe um dia não teremos um circuito mundial de ambas as modalidades essa é a intenção. O Esporte dos Deuses Polinésios começou dessa forma, pelo simples prazer de encontrar a paz espiritual. Paz e luz sempre, Namaste, ALOHA.

Salvador Durand, no pico da Jacarecica (AL) - foto: Sivory

Meu nome é Salvador Durand de Campos Jr 39,...Sou envolvido com esportes desde meus 3 anos de idade, procuro apoio para estar em alguns eventos, e algo que me faça estar perto do mar, das ondas e esta divulgando uma vida mais saudável para todos, graças a DEUS estou firme na busca, desejo um mundo melhor e tento abrir os olhos dos que realmente se preocupam com as mudanças climáticas, degradação ambiental e poluição dos nossos oceanos...


Líder no estaleiro - Mineiro sofre contusão.

Autor: SurfPE - Por: Redação Waves - 30/06/11 - 11:36 - link fonte:

Adriano de Souza recupera-se de contusão no joelho. Foto: Daniel Smorigo / ASP South America.

De acordo com o site Surfline, o brasileiro Adriano de Souza sofreu contusão no joelho direito em trip nas ilhas Maldivas.

Atual líder do World Tour, o surfista de 24 anos retornou imediatamente a São Paulo para cuidar da contusão.

A princípio, os médicos avaliaram que a expectativa para recuperação pode levar de 10 dias a dois meses.

O especialista Pablo Barone é otimista. Ele explica que a recuperação para este tipo de contusão depende da idade e genética da pessoa, e que a recuperação em 10 dias para alguém como Adriano de Souza pode ser possível, desde que não esteja associada a outro trauma no joelho.

Adriano está confiante e treina duro fisicamente para ficar pronto para a próxima batalha, em Jeffrey's Bay, África do Sul, de 14 a 24 de julho.


quarta-feira, 29 de junho de 2011

Real Magia - Nova Loja Agita Itapoama.

Autor: SurfPE - por: Regis galvão - 29/06/11 - 16:09 - link fonte:


Cláudio Marroquim vai inaugurar um novo point de surf em Itapuama. Foto: Regi Galvão.

Pranchas Fish como essa que você vai ver nesse vídeo, serão alguns dos modelos que estarão à disposição na nova loja da Real Magia de Itapuama.

O Surfista/Empresário Cláudio Marroquim acredita que agora na segunda quinzena de julho começa a funcionar o novo point do surf em Itapuama. A loja com vista direta para o mar é o grande cartão de visitas.

Cláudio, num free surf em frente da loja em Itapuama. Foto: Regi Galvão.


Confiram Vídeo do Free Surf:

video

Os Cachorros Derrubam a Tomazina, na volta aos palcos do Recife.

Autor SurfPE - por: JC Online - 29/06/11 - 14:58 - link fonte:

Os Cachorros, botou p/ baixo a Tomazina - foto: Beto Figueiroa.

Na última noite do Arraial Tomazina, nada de xadrez. Pessoas com camisas pretas de bandas como Iron Maiden, Metallica e Sepultura circulavam pelo Recife Antigo aguardando o show de volta da banda Os Cachorros.

Ajax e Adriano, curtição na volta aos palcos - foto: Camilla Pessoa.

Em 1995, eles anunciaram o fim, depois de ter lançado dois álbuns: Sem controle e Acorda pra cuspir se não a baba cai.

O show do são João, além de marcar o retorno do grupo (que está planejando um disco para o fim do ano, intitulado "Satori em Olinda"), mostrou como os fãs estavam saudosos e abertos para a nova fase do quinteto.

Ajax, Front Man da pesada - foto: Camilla Pessoa.

Depois de seis anos longe dos palcos, o grupo fez um show agressivo, misturando elementos do metal e hardcore e apresentando ao público músicas dos seus dois trabalhos e alguns covers, sem deixar de fora clássicos da banda, como: P.Q.P, Anti-cocota e Tatuagem.

Guga, Bass man da cachorrada - foto: Camilla Pessoa.

Antes, foi a vez da banda Quarto Astral subir ao palco. Com um rock psicodélico e progressista, a sonoridade do grupo é influenciada diretamente pelo movimento undigrudi, liderado nos anos 70 pelo músico pernambucano Lula Cortês.

Noite em moscou e os DJs Rebel K e Bruno de Paula também se apresentaram.

Theo e Ajax, quebradeira sonora - foto: Camilla Pessoa.

Para ler mais sobre o Arraial da Tomazina click no link abaixo:


Confiram vídeo do show da Banda Olindense Os Cachorros:

video

Surfista é atacado por tubarão na praia do Pina/PE.

Autor: SurfPE - por: PE360graus - 29/06/11 - 11:27 - link fonte:

Placa de aviso - foto: WEB.

Marlisson Danilo Lima de França teve a perna direita quase arrancada pelo animal e foi levado, por um taxista, para o Hospital da Restauração.

Após um intervalo de três anos, os ataques de tubarão voltaram a acontecer em Pernambuco. Um surfista foi mordido pelo animal em um local conhecido como Buraco da Velha na Praia do Pina, na Zona Sul do Recife, na manhã desta quarta-feira (29). O nome da vítima é Marlisson Danilo Lima de França, de idade não revelada.

Tubarão cabeça chata, o provável autor do ataque - foto: WEB.

Informações iniciais dão conta de que ele estaria surfando com outras pessoas quando um tubarão o teria atacado.

Marlisson Danilo teve a perna direita quase arrancada e foi levado, por um taxista, para o Hospital da Restauração, onde passa por uma cirurgia.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Billabong ISA Games - Ian passa por cima.

Autor: SurfPE - Por: Redação Waves - 28/06/11 - 23:24 - link fonte:

Ian Gouveia segue no evento principal em Playa Venao, Panamá. Foto: Rommel / ISA.

O jovem pernambucano Ian Gouveia foi o único brasileiro que escapou da repescagem do Billabong ISA World Surfing Games nesta terça-feira, em Playa Venao, Panamá.

Com ótimas atuações, Ian garantiu vaga na quinta fase da categoria Open depois de uma dobradinha com o amigo Santiago Muniz, representante da Argentina.
A dupla residente em Santa Catarina deu show e levou a melhor sobre o mexicano Dylan Southworth e o sul-africano Klee Strachan.

Santiago avançou em primeiro com 8.83 e 7.03, seguido por Ian, autor de 6.67 e 7.83.

Outro destaque na Open é o uruguaio Marco Giorgi, que, assim como Santiago e Ian, mora em Santa Catarina.

Surfando com extrema fluidez e investindo nos aéreos, Giorgi manteve-se invicto na prova, desta vez registrando 14.23 pontos para bater os ex-tops da elite mundial Michael Campbell (2o) e Drew Courtney, bem como o compatriota Luis Iturria.

Rudá Carvalho reage com três vitórias na repescagem do Billabong ISA Games. Foto: Rommel / ISA.

Ainda pela Open, o baiano Rudá Carvalho reagiu em grande estilo na repescagem e, com ótimas performances, venceu os três duelos que disputou nesta terça-feira.

A dupla classificada ao time pelo Billabong Brasileiro de Surf teve destino diferente nesta terça-feira.

O catarinense Diego Michereff ao amargar o quarto lugar na bateria contra o argentino Leandro Usuna (1o), o peruano Martin Jeri (2o) e o equatoriano Sebastian Santos.

Por sua vez, o cearense Michael Rodrigues mandou bem na repescagem e arrancou uma nota 9.00 na dura vitória sobre o venezuelano Francisco Bellorin (2o), o mexicano Diego Cadena e o ex-top da elite mundial Nathan Hedge, eliminado da prova.

Silvana Lima é surpreendida, mas tem nova chance. Foto: Rommel / ISA.

Na categoria Feminina, as brasileiras Silvana Lima e Gilvanita Ferreira caíram para a repescagem logo cedo.

Silvana foi surpreendida pela australiana Dimity Stoyle e a francesa Cannelle Bulard. Já Gilvanita não resistiu ao duelo contra a francesa Alize Arnaud e a australiana Jessi Miley-Dyer.

Também foram parar na repescagem os longboarders catarinenses Caio Husadel e Gabriel Vitorino, que enfrentaram adversários renomados como o francês Antoine Delpero, o australiano Harley Ingleby e o sul-africano Matthew Moir.

A delegação brasileira é chefiada por Adalvo Argolo, presidente da Confederação Brasileira de Surf (CBS). Os técnicos são Gabriel Macedo e Otoney Xavier.




Bruno Santos - Por dentro de G-Land.

Autor: SurfPE - Por: Redação Waves - 28/06/11 - 17:52 - link fonte:

Bruno Santos (foto) pega altos tubos em G-Land, Indonésia - Foto: Willy Souw / Joyo's Surf Camp


No último dia 4 de junho, o niteroiense Bruno Santos pegou um swell perfeito em G-Land, Indonésia.

O videomaker Rodrigo Mariano estava na área e registrou todo o show do exímio tube rider brasileiro.

Para dar um brilho ainda maior ao vídeo, Bruninho proporcionou belíssimas imagens com o apoio de uma câmera Go Pro.


Confira no vídeo abaixo os melhores momentos da session.


video

SELECT OLINDENSE DE SURF - Maracaípe abre o circuito Olindese de Surf 2011

Autor: SurfPE - por: Secret Point - 29/06/11 - 17:10.


Cartaz do evento - foto: reprodução.

Será Realizado nos dias 16 e 17 de Julho na Baía de Maracaípe em Ipojuca, a primeira etapa do SELECT OLINDENSE DE SURF, etapa válida pelo rancking Olindense de surf 2011.

O Circuito Olindense de Surf 2011 será realizado nas praias do litoral sul de Pernambuco devido a proibição da prática do esporte pelo Cemit (Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões) nas praias Olindenses, por oferecerem riscos de ataques de tubarão.

Fernando Pereira o "Bac Beer", espancando a valinha do Zézinho em Olinda - foto: gUgA sOaReS/SurfPE.

Essa etapa tem a realização da ASO ( Associação Olindense de Surf)

CATEGORIAS: INICIANTE, OPEN e CONVIDADOS

INSCRIÇÃO ANTECIPADA
CONTATOS: 34950654 / 87777525 / 88242695

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Alan Saulo - Migrante do litoral.

Autor: SurfPE - Por: Redação Waves - 27/06/11 - 16:24 - link fonte:

Paraibano Alan Saulo percorre as melhores praias do litoral paulista em vídeo carregado de ação. - foto: Luciano Sombriu

Atualmente sem patrocínio, o atleta paraibano Alan Saulo esteve em São Paulo, onde participou da primeira etapa do Circuito Paulista Profissional entre os dias entre 15 e 17 de maio na praia de Itamambuca, Ubatuba (SP).

O atleta, que reside na praia do Rosa, Imbituba (SC), está em busca de uma vaga no Brasil Surf Pro na próxima temporada e aproveitou para treinar nas praias da região e registrar tudo em vídeo.

As imagens, captadas e editadas pelo videomaker Clésio Dantas, exibem as armas e a evolução do surf de Alan no litoral paulista.

Confira no vídeo abaixo.

video


CIRCUITO PETROBRAS NAS ONDAS - Pernambucanos fazem bonito no Guaruja

Autor: SurfPE - por: Leonardo Menezes - 27/06/11 - link fonte:

A estrutura do circuito Petrobras nas Ondas é excelente e nesta etapa do Guarujá não foi diferente - foto: Rick Werneck

Os pernambucanos Luel Felipe, Halley Batista e Alan Donato fizeram bonito na 1ª etapa do CIRCUITO PETROBRAS NAS ONDAS 2011 que aconteceu em Pitangueiras - Guarujá - SP, evento esse finalizado hoje com boas ondas.

Halley Batista competindo no circuito petrobrás nas ondas 2011, na praia de Pitangueiras, no Guarujá. - foto: Rick Werneck

Após tirar em suas baterias grandes nomes do surf nacional como Danilo Costa, Vitor Ribas, Jano Belo, Rodrigo Dorneles, Messias Felix , entre outros, o pernambucano Alan Donato só parou na quartas de final no confronto homem a homem contra seu amigo Halley Batista.

O caminho de Halley foi bem parecido, deixando pra trás grandes nomes do cenário nacional, mas Halley foi ainda mais longe só perdendo na semifinal, no confronto homem a homem com o paulista Felipe Toledo que somou 17.73 pontos contra 14.97 do Cometa Halley.

Luel Felipe competindo no circuito petrobrás nas ondas 2011, na praia de Pitangueiras, no Guarujá. - foto: Rick Werneck

O maior destaque entre os pernambucanos foi Luel Felipe que chegou até a final do evento enfrentando na bateria o Filipe. Luel vem em um excelente ano fazendo bons resultados nos maiores eventos nacionais.

Vale lembrar que esse ano ele ganhou o premio de maior onda surfada no território Nacional. Na final o local da praia de Maracaipe-PE não conseguiu superar o paulista que arrancou uma nota 10 dos juízes e somou no seu total 18 pontos de 20 possíveis.

Alan Donato competindo no circuito petrobrás nas ondas 2011, na praia de Pitangueiras, no Guarujá. - foto: Rick Werneck.

Os meninos do Quinteto Fantástico mostram que estão bem afiados nas competições e vão com tudo para os próximos eventos. Vale ressaltar que eles têm os patrocínios da Seaway, Zang's , Fish, Prefeitura de Ipojuca, Bali surf Shop, Wavegrip, Teccell, Stick Bumps, Academia R2, Grounded, Beto Santos, DHD, Bali Grip e First Glass no qual os ajudam nessa batalha esportiva.

Resultado e ranking após primeira etapa:

1º - Felipe Toledo (SP)

2º - Luel Felipe (PE)

3º - Halley Batista (PE)

4º - Ricardo Ferreira (SP)

5º - Ulisses Meira (PB)

5º - Alan Donato (PE)

5º - Michel Rock (CE)

5º - Junior Faria (SP)


Brasil Tour - Filipinho derruba tops.

Autor: SurfPE - Por: Lucas Conejero - 27/06/11 - 13:56 - link fonte:

Pódio da categoria Masculino da etapa de abertura do Brasil Tour 2011. Foto: Rick Werneck.

Com direito a nota 10 unânime na bateria final, Filipe Toledo, 16, faturou a etapa de abertura do Circuito Petrobras nas Ondas, válida pelo Brasil Tour 2011 e encerrada no começo da tarde deste domingo na praia de Pitangueiras, Guarujá (SP).

Em seu primeiro evento como profissional, o ubatubense deu dura em vários tops do circuito nacional. No confronto decisivo, surfou como gente grande e derrotou o pernambucano Luel Felipe de maneira incontestável.

Filipe Toledo é campeão da primeira prova que disputa como profissional. Foto: Rick Werneck.

“Estou muito feliz mesmo. Vim correr o evento sem nenhuma pressão e deu tudo certo. Agora é manter a pegada e ir em busca de outros títulos”, vibra o atual campeão do Quiksilver ISA Junior, que está temporariamente sem patrocínio. “Meu pai vai estudar as propostas e escolher qual a melhor”, comenta o filho do bicampeão brasileiro Ricardo Toledo.

O dia começou com as disputas das quartas-de-final. Na primeira bateria, Filipe Toledo manteve o ritmo da última sexta-feira e despachou o paraibano Ulisses Meira por uma pequena diferença (9.80 a 9.17).

No segundo confronto, foram para água os pernambucanos Halley Batista e Alan Donato. O Cometa não deu chances ao conterrâneo e avançou com placar elástico (15.17 a 8.37).

Na terceira bateria, foi a vez de Ricardo Ferreira, surfista de Praia Grande (SP), mostrar a que veio e literalmente escovar o cearense Michel Roque (12.10 a 4.50).

No último embate das quartas, o paulista Junior Faria encarou o pernambucano Luel Felipe. Os dois duelaram pela vaga até os últimos segundos e quem se deu bem foi o nordestino (12.30 a 11.07).

Marcada pelo alto nível técnico, a primeira bateria das semifinais levantou o público presente. Principais destaque do evento, Filipe Toledo e Halley Batista arrancaram dos juízes vários high scores ao atacarem as ondas com rasgadas e aéreos irretocáveis. Melhor para o jovem ubatubense, que chegou à final no primeiro torneio profissional de sua carreira.

“Já estava amarradão em fazer a semifinal. Durante a bateria, senti que dava para vencer e fui com tudo. Agora é dar o último gás e buscar o caneco”, comentou Toledo logo depois da vitória.

O segundo surfista classificado para a final veio de um confronto mais morno. Luel Felipe, outro que fez bonito em Pitangueiras, deu sorte na hora de escolher as ondas e eliminou Ricardo Ferreira, que também surfou muito bem em todas as fases do evento. “Assisti as baterias do Filipinho, o moleque está cada vez mais insano. Seja como for, vou para a final com muita vontade e fé em Deus,” disse Luel, poucos minutos antes de cair na água.

Masculino Iniciantes Na categoria que visa incentivar a formação de novos talentos no surf nacional, o guarujaense Eduardo Mota, 9, subiu ao degrau mais alto do pódio. Em segundo lugar ficou o ubatubense Davi Toledo, irmão de Filipinho, seguido de Igor Santana e Nicolas Germano, ambos do Guarujá.

A segunda e última etapa do Brasil Tour 2011 acontece entre os dias 21 e 25 de setembro no Arpoador, Rio de Janeiro (RJ).

Resultados da primeira etapa do Brasil Tour 2011

Masculino
1 Filipe Toledo (SP)
2 Luel Felipe (PE)
3 Halley Batista (PE)
3 Ricardo Ferreira (SP)
5 Ulisses Meira (PB)
5 Alan Donato (PE)
5 Michel Roque (CE)
5 Junior Faria (SP)
9 Jano Belo (PB)
9 Alex Ribeiro (SP)
9 Magno Pacheco (SP)
9 Jessé Mendes (SP)

Feminino
1 Diana Cristina (PB)
2 Suelen Naraisa (SP)
3 usan Leal (SC)
4 Juliana Meneghel (SP)
5 Claudia Goncalves (SP)
5 Marina Werneck (SC)
7 Monik Santos (PE)
7 Camila Cassia (SP)
9 Jéssica Bianca (PR)
9 Natalie Paola (SP)
9 Tais de Almeida (RJ)
9 Luana Coutinho (SP)


quarta-feira, 22 de junho de 2011

Dane Reynolds assina com a Vans

Autor: SurfPE - por: redação Câmerasurf - 22/06/11 - 16:45 - link fonte:

http://camerasurf.com.br/index.php?secao=48&noticia=16922


Dane Reynolds, fecha contrato com a Vans - foto: Divulgação/ASP


Dane Reynolds é um dos grandes nomes do surf mundial. Com uma mistura de seu surf ‘agressivo’ e de grande categoria. Reynolds começou o ano lesionado e não compareceu as três primeiras etapas do ‘World Tour’, mas recuperado se prepara para brilhar nas etapas seguintes.

Em 2009 terminou na 10º posição do ‘ranking’ mundial e, em 2010, na 4ª, assim aposta em resultados importantes nos próximos eventos.

E de olho no desempenho de Dane Reynolds, a Vans está radiante com esta contratação e afirma que o atleta vai causar uma revolução na marca, pois encaixa em todos os aspectos positivos de um surfista.

Além desta contratação a marca também apresentou recentemente um novo atleta, o Wade Goodall. Natural de Queensland, Wade foi o vencendo do pro júnior australiano em 2006 e desde de então tem mostrado no ‘freesurf’ o seu estilo natural, muita criatividade, aéreos e já se tornou- um dos grandes talentos do mundo do surf.

Os dois completam a lista do ‘team’ de surfistas super talentosos como Nathan Fletcher, Joel Tudor, Pat, Dane e Tanner Gudauskas, Alex Knost, John Florence, Andrew Doheny, Dylan Graves e Leila Hurst.


Confira o vídeo de boas-vindas de Dane Reynolds ao ‘team’ Vans.


Mais informações:http://www.vanssurf.com/

Jack Johnson - Harmonia na ilha.

Autor: SurfPE - Por: Guga Arruda - 22/06/11 - 16:35 - link fonte:

Jack Johnson se diverte em floripa - Foto de capa Bruno Lemos / Lemosimages.com

Era 2 de junho, dia de show do músico Jack Johnson na capital gaúcha Porto Alegre (RS). Mas horas antes de o cantor embarcar para a apresentação, nós surfamos a vala do Moçambique, Florianópolis (SC).

Tudo começou quando Teco Padaratz, grande parceiro e piloto de testes das minhas pranchas, ligou para saber as condições do mar. Ele estava com o Jack e me convidou para fazer uma session.

Foi um dia de ondas pequenas e cavadas que fechavam no inside do Moçambique. Até havia melhores opções, mas o que importava para o cantor era surfar em um lugar tranquilo, com pouca gente na água e no meio da natureza. Realmente o Moçambique era a melhor opção.

A raça toda fez a cabeça na valinha. O Teco quebrou com a TP1, modelo de prancha que desenvolvemos juntos e tem a sua assinatura. Já o Jack testou a 56 Flyer Fish e a 510 Triple Wing Swalow, que foi a prancha que ele mais gostou.

Foi muito massa compartilhar as ondas e as pranchas com os amigos, além de conhecer mais de perto o Jack Johnson, que dispensa comentários. Guardião da natureza, ele faz uma série de exigências para a sustentabilidade de seus shows e doa todo o cachê para instituições de caridade locais.

Valeu Jack, você será sempre bem-vindo em Floripa e por onde passar.

Para conhecer mais sobre o trabalho do shaper e surfista Guga Arruda, acesse o site: Power Light Surfboards.

Confira abaixo o vídeo da session.

video

Atalanta Batista - Campeã prepara defesa.

Autor: SurfPE Por Claudio Pastor em 22/06/11 - 16:05 - link fonte:

A pernambucana Atalanta Batista treina forte no Peru - Foto: Bidu

Atual campeã brasileira, a longboarder pernambucana Atalanta Batista treina forte para a primeira etapa do Circuito Nacional entre os dias 1 e 3 de julho na praia de Itacimirim, Camaçari (BA).

Natural de Maracaípe (PE) e irmã do "cometa" Halley Batista, Atalanta surfa de pranchão há pouco mais de dois anos e já é considerada uma das principais competidoras do país.

Confira abaixo o vídeo com a performance da atleta no Peru.

video

terça-feira, 21 de junho de 2011

Quiksilver Pro - Transmissão de alto nível.

Autor: SurfPE - Por Karol Lopes - 21/06/11 - 16:01 - link fonte:

Pela primeira vez, as boas ondas de Long Island recebem uma etapa do WT. Foto: Divulgação Quiksilver.

Quiksilver e The Madison Square Garden Company anunciaram na última semana um acordo de parceria na transmissão do Quiksilver Pro New York 2011 entre as redes MSG e Fuse .

Válido como sexta etapa do WT, o evento acontece na Long Beach de Long Island, Nova Iorque (EUA), entre os próximos dias 4 e 15 de setembro.

Recentemente, a The Madison Square Garden Company lançou a MSG Action Sports, uma divisão de esportes que produzirá programas de televisão direcionados aos esportes de ação.

A parceria proporciona a MSG e Fuse direitos exclusivos de distribuição do primeiro campeonato do ASP World Title realizado na costa Leste dos EUA. O evento conta com premiação inédita de US$ 1 milhão, envolve um festival de música e outros esportes de ação.

Durante a janela de competição, a programação adicional do festival vai ao ar diariamente em dois canais MSG e Fuse e irá mostrar também atletas de BMX, skate e motocross, além de exposições, destaques do campeonato, entrevistas, concertos diários e programações culturais promovidas pelas três marcas do grupo: Quiksilver, Roxy e DC.

Todd Richards, atleta de snowboarder da Quiksilver, será o ancora da transmissão, com comentários adicionais de alguns surfistas e atletas de esportes de ação.

"A The Madison Square Garden Company é uma organização de entretenimento de nível mundial. Estamos confiantes de que é o parceiro perfeito para transmitir o Quiksilver Pro", comenta Bob McKnight, CEO da Quiksilver.

"O recém-lançado MSG Action Sports vai elevar o conceito dos atletas e do evento. Seu conhecimento no ramo de esportes, música e produção será um grande trunfo para promover nossa modalidade e estilo de vida", completa.

Na última quinta-feira, aconteceu o Air In the Square, primeiro evento de esportes de ação da MSG. Patrocinada pela Quiksilver, a competição profissional de skate e BMX rolou na Times Square (EUA) e foi televisionada nacionalmente na Fox Sports Net.

Clique aqui para acessar o site da Quiksilver.

Nascimento Rocam - Atleta em busca de patrocínio.

Autor: SurfPE - por: Nascimento Rocam - 21/06/11 - 16:35.

Nascimento - foto: Divulgação.

O surfista Pernambuco de Longboard local da Baia de Maracaípe - Ipojuca Nascimento Rocam e também policiam militar está sem patrocínio para as 10 estapas do brasileiro de longboard profissional, que esse ano será organizado pela associação brasileiro de longboard ABL.

Ano passado ele correu todas as etapas do brasileiro, do mundial e do pernambucano onde fez bons resultados. Ele está correndo contra o tempo pois nos dias 1, 2 e 3 de julho na praia de Itacimirim Bahia acontecerá a primeira etapa do brasileiro profissional de Longboard.

Nascimento - foto: gUgA sOaReS/SurfPE.

Nascimento desabafa, "A nossa maior dificuldade é a falta de patrocínio, pois a modalidade de longboard requer um alto custo, pois tudo no longboard é mais caro que a pranchinha, onde o atleta também tem que bancar as inscrições, as passagem aéreas e hospedagens e alimentação, o nosso estado está em pleno desenvolvimento, mas nenhuma empresa ou estatau e principalmente marcas de surfwear que são poucas que apoiam os atletas pernambucaos, posso ficar de fora dessa etapa da Bahia mas não vou desistir. A polícia só me deu o apoio administrativo e a liberação, os custos são por minha conta. Fica difícil pois tenho minhas obrigações familiares, mas não poderia deixar de agradecer o SURFGURU que sempre me apoia, vale toda equipe Surfguru!.

Fica aqui meus agradecimentos, e se caso alguma empresa tenha interesse em me patrocinar, fico grato e deixo meus contatos"


E-mail: nativope@hotmail.com Fone: 81-99060535 ou 81-86117166.


ETAPA INAUGURAL DE OLINDA FOI VETADA.

Autor: SurfPE - por:ASO - 21/06/11 - 11:48.


Após ser contestado pelo Corpo de Bombeiros, Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit), Ministério Público do Estado e Secretaria de Defesa Social (SDS), o Select Olindense de Surf, previsto para ser realizado neste final de semana, na praia do Zé Pequeno, em Olinda, foi suspenso.

Na tarde de ontem, os órgãos do Governo se reuniram com a Associação Olindense de Surf (ASO), então organizadora do evento, no intuito de debater a viabilidade do campeonato, já que a praia faz parte do raio de restrição à prática de atividades marítimas devido ao risco de ataques de tubarão.

A proibição, por decreto do Governo do Estado, vai da praia do Paiva até Zé Pequeno. “Conversamos sobre a ilegalidade do campeonato por ser uma área restrita. Os organizadores entenderam”, comentou o presidente do Instituto Oceanário e membro do Cemit, Alexandre Carvalho.

A ASO cogitou a possibilidade de levar a disputa para a Caldeira, localizada em Casa Caiada, a 500 metros do Zé Pequeno. “Mas lá (Caldeira) é perigoso por ser fundo de pedra.

A Associação foi chamada atenção e cancelou oficialmente o evento”, comentou o
presidente da ASO, Mauro Melo, adiantando que os inscritos no Select Olindense farão um protesto hoje à tarde. “Eles não ficaram satisfeitos com a medida, já que surfam diariamente no Zé Pequeno. Disseram que vão fechar a avenida principal e, em seguida, entrarão no mar em sinal de protesto”, revelou


segunda-feira, 20 de junho de 2011

Adriano de Souza - Mentawai em dose dupla.

Autor: SurfPE - Por: Redação Waves - 20/06/11 17:11 - Link Fonte:

Adriano de souza, se diverte nas ilhas Mentawai - foto: Pedro Felizardo


Atual líder do circuito mundial, o brasileiro Adriano de Souza passou uma temporada nas ilhas Mentawai para manter o rip.

Mineirinho, que está numa trip promovida pela Red Bull, co-patrocinadora do atleta, usou duas câmeras Go Pro em uma das sessions para produzir imagens de diferentes ângulos.

No vídeo abaixo, o internauta confere o resultado da brincadeira em Lance's Right.



Para ver mais vídeos de Mineirinho, visite o canal Adriano de Souza no Vimeo.


Quiksilver Pro - Medina é vice em Portugal.

Autor: SurfPE - Por: Redação Waves - 20/06/11 - 16:50 - link fonte:

Gabriel Medina é vice-campeão do Quiksilver Pro Portugal 2011. Foto: Divulgação Quiksilver.

O paulista Gabriel Medina ficou com o vice-campeonato do Quiksilver Pro Portugal, encerrado neste domingo, em ondas de 1 metro e formação regular em Ribeira D'Ilhas, Ericeira.

Na final, Medina não conseguiu deter um inspirado Julian Wilson, que triturou as ondas lusitanas do início ao fim.

Julian Wilson domina etapa lusitana. Foto: Aquashot / Aspeurope.com.

Para vencer a decisão, Julian disparou na liderança com notas 7.33 e 8.33, descartou 6.33 e 6.60, para depois explodir de vez o pico com 9.80 e 9.57.
Medina não conseguiu reagir e somou 6.90 e 5.93. Pelo resultado, o brasileiro embolsa US$ 20 mil e soma 5200 pontos no ranking mundial.

Miguel Pupo fica em terceiro na prova. Foto: Divulgação Quiksilver.

Já o australiano fatura US$ 40 mil e soma 6500 pontos no ranking unificado.
Antes de derrotar Medina, Julian Wilson parou outro brasileiro, Miguel Pupo, na semifinal. Também com uma atuação expressiva, o aussie arrancou 8.17 e 8.87 dos juízes, contra 3.50 e 7.87 de Pupo.

Na outra semi, Medina fez a mala do havaiano John John Florence. O brazuca mandou 8.00 e 9.00 nas duas melhores ondas, enquanto John John obteve 6.50 e 7.17.

Gabriel já havia destruído as ondas de Ericeira na primeira bateria do dia, quando não deu chance alguma ao francês Jeremy Flores.

Com a maior nota do dia (9.87) e ainda um 8.50, o paulista complicou bastante a vida do adversário, autor de 6.33 e 6.00.

Ainda pelas quartas, Miguel Pupo superou o aussie Dion Atkinson por 13.84 a 10.17.

Resultado do Quiksilver Pro Portugal 2011

1 Julian Wilson (Aus)
2 Gabriel Medina (Bra)
3 Miguel Pupo (Bra)
3 John John Florence (Haw)
5 Jeremy Flores (Fra)
5 Dion Atkinson (Aus)
5 Patrick Gudauskas (EUA)
5 Jay Quinn (Nzl)
9 Caio Ibelli (Bra)
9 Cory Lopez (EUA)
9 Davey Cathels (Aus)
9 Junior Faria (Bra)
13 André Silva (Bra)
13 Jessé Mendes (Bra)
13 Hizunomê Bettero (Bra)
25 Thiago Camarão (Bra)
25 Leo Neves (Bra)
25 Heitor Alves (Bra)
37 Jihad Khodr (Bra)
37 Jadson André (Bra)
37 Jerônimo Vargas (Bra)
37 Rudá Carvalho (Bra)
49 Robson Santos (Bra)
49 Pablo Paulino (Bra)
49 Jean da Silva (Bra)
49 Messias Félix (Bra)
49 Wiggolly Dantas (Bra)
49 Pedro Henrique (Bra)
49 Raoni Monteiro (Bra)
49 Jano Belo (Bra)
49 Bernardo Pigmeu (Bra)
73 Tomas Hermes (Bra)
73 Marco Fernandez (Bra)
73 Willian Cardoso (Bra)
73 Charlie Brown (Bra)
73 Yuri Sodré (Bra)
73 Diego Rosa (Bra)


Mahalo Pro Challenge - Messias Félix decola em Maraca e chega ao topo do pódio.

Autor: SurfPE - por: Jocildo Andrade / Comunicando Surf – Assessoria de Comunicação - 20/06/11 - 13:33.

Messias Félix (CE), Grande Campeão da Etapa em Maracaípe (PE) - foto: Fabriciano JR.

Alan Jhones permanece na ponta.

Neste domingo, 19, decisão do Mahalo Pro Challenge que é apresentado pela Kenner e acontece na Baía de Maracaípe, cada bateria mais parecia uma final. Os atletas protagonizaram excelentes atuações e promoveram um extraordinário show de surf na sexta etapa da temporada 2011 do Circuito Nordestino de Surf Profissional.

Messias Félix, apostou nas variações das manobras e se deu bem - Foto: Fabriciano JR.

Com direito a todos os tipos de manobras o cearense Messias Félix apresentou suas credenciais de campeão nordestino (2007) e brasileiro (2009), e com performance expressiva, ele que chegou a Maracaípe com sede de vitória, levantou o troféu de campeão da terceira edição do Mahalo Pro e engordou sua conta em R$ 8.000,00.

Air Félix veio sedimentando sua vitória desde as primeiras baterias. Destaque também no primeiro dia da competição triturou as boas e constantes ondas de um metro que quebraram durante toda a prova. Na final saiu pegando uma onda atrás da outra e arrancado notas que o deixaram em situação tranqüila para administrar bem o confronto e sair do mar direto para o merecido lugar mais alto do pódio.

“Estou muito feliz, muito mesmo!” comemorou. “Apostei na variação de manobras e conquistei o resultado. Há um ano eu não vencia, a última vez foi no Cupe, sendo assim, acho que vou comprar um terreno e construir uma casa por aqui!” brincou o sempre muito alegre Faro Fino, como é conhecido entre os amigos.

Edvan Silva (CE) - - foto: Fabriciano JR.

O primeiro atleta a conquistar um troféu do ANS após o ano de retorno do circuito, em 2005, foi outro que impressionou em Pernambuco. Edvan Silva que detém a marca de bicampeão do tour usou toda a sua experiência e surfou com muita propriedade para chegar à grande final.

Marcelo Nunes (RN) - - foto: Fabriciano JR.

Começou bem o embate e conseguiu aumentar vantagem para permanecer no segundo posto até os minutos finais, momento em que o potiguar Marcelo Nunes encontrou uma onda salvadora (7.17) aonde manobrou com velocidade e tentando chegar ao andar de cima reverteu o resultado. Nunes apresentou muita determinação na semi e final, utilizando seu conhecimento adquirido ao longo da sua carreira e técnica para sair do mar como vice-campeão e deixar Edvan, que subiu um degrau no ranking, saltou de terceiro para segundo, com a terceira colocação na etapa.

Bino Lopes (BA) - foto: Fabriciano JR.

O quarto colocado no Mahalo Pro foi o outro representante da Marca no tour Bernardo Lopes. Atleta que apresenta um surf polido e de alto desempenho, na final não contou com a sorte, e apesar de ter surfado com radicalidade não conseguiu acertar nas finalizações para obter o resultado que esperava.

O atual campeão do circuito, e mais um atleta Mahalo, Bruno Galini, mesmo tendo chegado a Maracaípe embalado pelo vice-campeonato conquistado no final semana anterior, também em águas pernambucanas na etapa de abertura do circuito brasileiro, e ter vencido as baterias da segunda e terceira fases, não conseguiu soltar as mesmas manobras nas quartas-de-final. O baiano não encontrou as ondas e com uma somatória baixa ficou com a décima terceira colocação na prova em que, em 2010 levantou o troféu de campeão.

O potiguar John Max dono de um surf fluido e muito competitivo, não tem se saído muito bem nas duas últimas rodadas. O local de Ponta Negra, após vencer em Paracuru, etapa inaugural, e ficar com a sétima colocação em Noronha, não manteve o mesmo ritmo. Em Aracaju ficou fora da prova logo na estréia e agora em Maraca não conseguiu entrar no jogo e parou na terceira fase do Mahalo Pro. Com isto John agora é o terceiro no ranking do ANS Pro Tour.

Alan Jhones que bateu na trave na etapa anterior em Sergipe enfrentou uma disputa bastante acirrada e de muitas ondas, em que os atletas se alternaram na ponta. Jhones não conseguiu defender o segundo posto e a classificação, ainda arriscou tudo em um aéreo, mas não completou com sucesso e ficou com a quinta colocação na sexta etapa do tour nordestino. Mesmo caminho de César Aguiar, local que apresentou muita técnica e raça, mas ficou fora da decisão quando foi barrado por Edvan Silva. Mesmo ficando pelo caminho na semi Jhones continua na ponta do ranking e promete ir com tudo para as próximas etapas em busca do bicampeonato nordestino.

Marco Fernandez e mais um integrante do quinteto fantástico Luel Felipe, Também encerraram suas apresentações na penúltima fase e ficaram na sétima posição.

E quem marcou presença para prestigiar o evento foi o big rider reconhecido mundialmente Carlos Burle (PE). O surfista que mora no Rio e está em Pernambuco visitando a família e os amigos, esteve na praia e ressaltou a importância do Circuito Nordestino para o crescimento e fortalecimento dos atletas, e ficou impressionado com o alto nível do surf que presenciou.

O Kenner Apresenta: Mahalo Pro Challenge tem patrocínios da MAHALO, Kenner e Mahalo Press e conta com os apoios da Prefeitura Municipal de Ipojuca, Eberle Fashion, Lucas Aplique Process e do Governo de Pernambuco, através da Secretaria Estadual de Esportes. As supervisões técnicas são da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP), Federação Pernambucana de Surf (FPS) e da Associação Nordestina de Surf (ANS). A divulgação é dos canais ESPN e Woohoo; das revistas Fluir e Ceará Surf Press; e dos portais Waves, Surf Bahia, e Cearasurf, CearaSurf Press e Wave Wind Sports.

Pódio do Mahalo Pro Challenge - foto: Fabriciano JR.

Resultados da Etapa:

1º Messias Félix CE
2º Marcelo Nunes RN
3º Edvan Silva CE
4º Bino Lopes BA
5º César Aguiar PE
5º Alan Jhones RN
7º Marco Fernandez BA
7º Luel Felipe PE